PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Presidente egípcio comemora operação para desencalhar navio no Canal de Suez

 O Ever Given, que tem 400 metros de comprimento (quase quatro campos de futebol), ficou atravessado diagonalmente dentro do Canal de Suez, que não tem mais de 200 metros de largura, bloqueando o tráfego nos dois sentidos - Reuters
O Ever Given, que tem 400 metros de comprimento (quase quatro campos de futebol), ficou atravessado diagonalmente dentro do Canal de Suez, que não tem mais de 200 metros de largura, bloqueando o tráfego nos dois sentidos Imagem: Reuters

No Cairo

29/03/2021 08h16Atualizada em 29/03/2021 09h21

O presidente egípcio, Abdel Fatah al-Sissi, celebrou hoje o bom resultado da operação para desencalhar o porta-contêineres "Ever Given", bloqueado no Canal de Suez desde a última terça.

"Hoje, os egípcios conseguiram pôr fim à crise do navio encalhado no Canal de Suez, apesar da grande complexidade técnica do processo", tuitou o presidente hoje, depois que a Autoridade do Canal anunciou que o gigantesco navio havia sido reorientado em 80% na "direção correta".

Apesar do tuíte do presidente, a Autoridade ainda não havia anunciado oficialmente ao meio-dia de hoje (hora local) o fim da operação de desencalhar a embarcação.

De acordo com um jornalista da AFP, o navio seguia imóvel pouco antes do meio-dia desta segunda (7h, horário de Brasília).

E, de acordo com sites de monitoramento de tráfego marítimo, o "Ever Given" continuava parcialmente cruzado no Canal de Suez nesta manhã.

Al-Sissi destacou ainda que "os egípcios mostraram hoje que continuam estando à altura", lembrando que o Canal de Suez, inaugurado em 1869, foi escavado por "seus avós com a força de seus corpos".

O CEO da Royal Boskalis, a empresa matriz da firma holandesa contratada para ajudar a desencalhar o porta-contêineres que bloqueia o canal de Suez, advertiu hoje que o mais difícil ainda está por fazer.

"A boa notícia é que a popa está desobstruída, mas isso era o que considerávamos a parte fácil. O desafio continua sendo a parte dianteira", disse Peter Berdowski à rádio pública holandesa.

PUBLICIDADE
Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado, o Ever Given apresenta 400 metros de comprimento, e não de largura. A informação foi corrigida.