PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

3M pagará US$ 99 milhões em disputa sobre produtos químicos prejudiciais

3M pagará US$ 99 milhões para encerrar discussão sobre produtos químicos prejudiciais perto de fábrica no Alabama - Divulgação/3M
3M pagará US$ 99 milhões para encerrar discussão sobre produtos químicos prejudiciais perto de fábrica no Alabama Imagem: Divulgação/3M

20/10/2021 06h08Atualizada em 20/10/2021 17h22

O grupo americano 3M, que fabrica entre outras coisas máscaras anticovid, anunciou que pagará 99 milhões de dólares para solucionar uma disputa judicial relacionada à saúde e ao meio ambiente.

"A 3M alcançou um acordo comum para resolver os litígios e negociações em curso relacionadas às substâncias perfluoroalkyl e polyfluoroalkyl (PFAS) perto da fábrica da 3M em Decatur, Alabama", afirmou a empresa em um comunicado.

Ações judiciais contra a 3M em três estados americanos (Alabama, Illinois e Minnesota), assim como na Alemanha e Bélgica, afirmam que seus produtos contêm químicos potencialmente prejudiciais conhecidos como PFAS, que estão presentes em vários produtos como teflon, pinturas, pacotes e têxteis.

O acordo foi assinado com a cidade de Decatur, o condado Morgan, demandantes de Saint John e a organização Tennessee Riverkeeper, informou a empresa.

PUBLICIDADE