PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

FMI pede ao G20 das Finanças ação sobre a dívida dos países pobres

10/02/2022 19h05

Washington, 10 Fev 2022 (AFP) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) espera o apoio dos países do G20 a suas propostas destinadas a fortalecer o marco de reestruturação da dívida dos países pobres em um momento em que o risco de calote aumenta, informou nesta quinta-feira (10) um porta-voz da instituição.

Um G20 de ministros das Finanças está previsto entre 17 e 18 de fevereiro em Jacarta, capital da Indonésia. A diretora-geral do FMI, Kristalina Georgieva, e a número dois da instituição, Gita Gopinath, vão participar remotamente, afirmou Gerry Rice, porta-voz do FMI em uma coletiva de imprensa.

Georgieva tinha estimado no começo de dezembro que sem a ajuda do G20 alguns países corriam o risco de "um colapso econômico".

Também tinha avançado na ideia de uma "suspensão temporária do serviço da dívida" para os países que tiverem feito uma solicitação de reestruturação, durante todo o prazo das negociações, lembrou Gerry Rice.

No início da pandemia de covid-19, os países ricos do G20 ofereceram aos países pobres uma moratória de sua dívida até o fim de 2020 antes de voltarem a estender este prazo até o fim de 2021.

Paralelamente, criaram em novembro de 2020 um "marco comum" para reestruturar ou anular a dívida de países que assim o solicitassem. Mas por enquanto, os credores privados, particularmente os chineses, freiam sua aplicação.

Dt/vmt/er/cjc/ll/mvv