PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Petróleo encerra sem tendências definidas uma semana volátil

29/04/2022 19h05

Nova York, 29 Abr 2022 (AFP) - Os preços do petróleo fecharam sem tendências definidas nesta sexta-feira (29) uma semana de grande volatilidade, em um mercado que se mantém firme.

O barril de Brent do Mar do Norte para entrega em junho subiu 1,62% em Londres, a 109,34 dólares.

Trata-se da quarta alta consecutivo do Brent, que encerra o mês em seu maior nível desde 18 de abril.

O barril de West Texas Intermediate (WTI) para entrega em junho recuou 0,63% a 104,69 dólares em Nova York.

O WTI caiu nos últimos minutos da sessão depois de ter passado todo o dia operando no azul.

Os preços foram impulsionados durante o dia pela mudança de postura da Alemanha sobre as importações de petróleo russo e a perspectiva de um acordo próximo sobre um embargo da União Europeia aos hidrocarbonetos russos.

No entanto, para Bill O'Grady, encarregado de pesquisas da Confluence Investment Management, os operadores "não integraram ainda" as consequências de uma medida desta dimensão nos preços.

"Poderíamos ver preços muito mais elevados" se a UE fechar a torneira russa, afirmou.

Segundo dados da agência Bloomberg, a Rússia conseguiu exportar uma média de 4,66 milhões de barris diários de petróleo cru em abril, perto do nível de 5 milhões diários em dezembro, muito antes da guerra.

"Poderão reorientar uma parte do seu petróleo em direção à Ásia, mas não têm as infraestruturas para transportar tanto para essa parte do mundo", considerou O'Grady.

Para Edward Moya, da Oanda, se a situação sanitária acabar por melhorar na China, os preços do petróleo poderiam subir 5% a mais e se aproximar dos 115 dólares no caso do Brent.

O mercado não espera mudanças no cronograma de produção durante a reunião mensal da Opep e seus aliados no âmbito da Opep+, que ocorrerá na próxima quinta-feira.

tu/jum/mr/yow/mvv