PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Fim do bloqueio líbio a grandes instalações petrolíferas

15/07/2022 18h38

Trípoli, 15 Jul 2022 (AFP) - Os grupos que bloqueavam as principais instalações petrolíferas do leste da Líbia há três meses, em meio a fortes tensões políticas, anunciaram, nesta sexta-feira (15), que retomaram a produção e a exportação de hidrocarbonetos, a principal fonte de receita do país.

Desde meados de abril, seis grandes campos e terminais petrolíferos foram fechados por grupos próximos a líderes políticos no leste do país, que exigiam uma "distribuição justa" das receitas do petróleo.

A produção, majoritariamente exportada, caiu de 1 milhão em março para menos de 400 mil barris por dia.

"A nova diretoria da Companhia Nacional de Petróleo (NOC) está empenhada em atender a todas as nossas demandas, incluindo uma distribuição justa das receitas do petróleo, produção e exportação", anunciaram membros desses grupos em Benghazi na presença do novo chefe do NOC, Farhat Bengdara.

A Líbia está um caos desde a queda do regime de Muammar Gaddafi em 2011 e foi abalada por divisões entre o leste o oeste do país.

Dois governos disputam o poder desde março: um baseado em Trípoli (oeste) liderado por Abdelhamid Dbeibah desde 2021, e outro liderado por Fathi Bachagha e apoiado pelo marechal Khalifa Haftar, o homem forte do leste.

rb-hme/fka/pc/am