IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

2º maior banco da Rússia tem prejuízo de US$ 7,7 bi após sanções por guerra

Rublo, a moeda da Rússia - Getty Images/Bloomberg Creative
Rublo, a moeda da Rússia Imagem: Getty Images/Bloomberg Creative

05/04/2023 06h31Atualizada em 05/04/2023 06h31

O VTB, segundo maior banco da Rússia e um dos primeiros a ser excluído do sistema global de pagamentos Swift, anunciou nesta quarta-feira (5) um prejuízo de 7,7 bilhões de dólares em 2022 devido às sanções adotadas após a ofensiva russa na Ucrânia.

"Em 2022, o grupo VTB enfrentou dificuldades e desafios sem precedentes (...) Nós fomos o primeiro alvo do máximo de sanções possíveis, o que provocou perdas consideráveis", lamentou Dmitri Pianov, diretor financeiro da VTB, em um comunicado divulgado pelo banco.

O VTB anunciou um prejuízo de 612,6 bilhões de rublos, o equivalente a US$ 7,7 bilhões de dólares na taxa de câmbio atual, depois de registrar um lucro líquido de 327,4 bilhões de rublos em 2021.

As sanções internacionais contra o setor bancário russo afetaram em cheio o VTB, que tem o Estado russo como acionista majoritário e que tem uma grande presença nos mercados estrangeiros.

O VTB destacou o impacto da "saída sem precedentes de liquidez em divisas", as perdas provocadas pelo fechamento de agências e pelo aumento das taxas de juros do Banco Central russo.

Em março de 2022, poucos dias após a invasão à Ucrânia, a União Europeia excluiu o VTB do sistema de pagamentos internacionais Swift.

O presidente do banco, Andrei Kostin, no cargo desde 2002, também foi objeto de sanções no Reino Unido e Estados Unidos.

Em 2020, o VTB tinha 15 milhões de clientes na Rússia e quase 80.000 funcionários.