PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Governo da Itália prevê queda de 8% no PIB

 Andriy Onufriyenko/Getty Images
Imagem: Andriy Onufriyenko/Getty Images

24/04/2020 09h48

O governo da Itália aprovou nesta sexta-feira (24) o Documento de Economia e Finanças (DEF), instrumento que delineia os gastos públicos e as projeções para o país ao longo do ano.

O documento estima que o Produto Interno Bruto da Itália cairá 8% em 2020, enquanto a dívida pública deve saltar mais de 20 pontos, chegando a 155,7% do PIB - o débito italiano já é o segundo maior da zona do euro e um dos maiores do mundo.

"Se não tivesse se materializado o cisne negro da crise epidêmica, a economia italiana teria registrado um ritmo de crescimento com gradual melhora em relação ao ano passado. Tal retomada teria conduzido a uma modesta expansão no primeiro trimestre do ano, tornando alcançável a previsão de crescimento de 0,6% no ano", diz o DEF, referindo-se à projeção anterior para 2020.

Em 2019, a economia italiana teve expansão de 0,3%, pior resultado desde 2014. Para 2021, a previsão é de crescimento de 4,7%, enquanto a dívida deve recuar para 152,7% do PIB.

Com a desaceleração da pandemia na Itália, o governo já prepara um cronograma de reabertura das atividades produtivas, fechadas desde março, para reativar sua economia.

A expectativa é de que alguns setores voltem ao trabalho em 4 de maio, quando termina a quarentena no país, mas o próprio governo alerta que um eventual recrudescimento dos contágios pode piorar as previsões econômicas para 2020.