Bolsas

Câmbio

China planeja abrir mais setores ao investimento privado

Bloomberg News

(Bloomberg) -- A China abrirá setores como o de exploração de petróleo e gás ao capital privado para conter a baixa recorde no crescimento dos investimentos por empresas não-estatais.

"Barreiras políticas" ao investimento privado serão removidas para oferecer um ambiente justo e incentivar as empresas não-estatais a participarem de 165 projetos apresentados no 13o plano de cinco anos do país, disse Hu Zucai, vice-presidente do conselho da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma da China, principal órgão de planejamento econômico do governo.

As declarações acompanham um plano de governo anunciado na segunda-feira para reduzir os custos corporativos e elevar a rentabilidade. As autoridades chinesas estão procurando acelerar o vacilante crescimento dos investimentos em ativos fixos pelo setor privado para não perder de vista a meta de expansão econômica deste ano, de pelo menos 6,5 por cento.

"O governo precisa de dinheiro porque tem que reestruturar um enorme setor estatal", disse Alicia García Herrero, economista-chefe para a região Ásia-Pacífico do banco Natixis em Hong Kong. "Mas ainda não está claro em quais setores desistirão do controle".

Em setores estratégicos como telecomunicações, energia e energia nuclear, segundo Herrero, pode haver algum investimento privado, mas não um "profundo envolvimento".

Hu reiterou a promessa do governo de reduzir os encargos às empresas e criar um ambiente de investimento justo para os investidores privados. "O mais importante é garantir o máximo acesso do mercado e o Conselho Estatal deixou claro que lançará uma lista negativa a respeito do acesso do mercado", disse ele. Uma lista negativa especificaria quais áreas estão fora dos limites, deixando todas as outras, em tese, abertas às empresas privadas.

"Precisamos gerar mais canais para que o investimento privado participe de projetos importantes de forma mais rápida e tranquila", disse Hu. "É preciso que haja um ambiente de investimento claro e previsível para os investidores privados".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos