Bolsas

Câmbio

Alphabet encerra projeto de oferta de internet por drones Titan

Mark Bergen

(Bloomberg) -- Em 2014, o Google e o Facebook disputaram a compra da Titan Aerospace, uma fabricante de drones de alta altitude movidos a energia solar. O Google ganhou a briga, por isso o Facebook adquiriu uma outra companhia, que também estava construindo um enorme planador chamado Aquila.

A ideia era transmitir o acesso à internet a partir do céu para possibilitar que mais pessoas se conectassem em lugares remotos para acessar informações e provavelmente usar os serviços web de ambas as empresas. Mas esse plano de voo resultou em um pouso forçado.

Na quarta-feira, a porta-voz do laboratório de pesquisa X, da empresa controladora do Google, a Alphabet, comunicou a desativação da Titan. Isso aconteceu no início de 2016, disse ela, embora a confirmação tenha chegado apenas ontem pela manhã, quando o blog de tecnologia 9to5Google divulgou a decisão.

A equipe da Titan foi levada para o X no fim de 2015 e o laboratório de pesquisa encerrou as pesquisas sobre drones em alta altitude para acesso à internet logo depois, disse a porta-voz do X em comunicado.

O Facebook também enfrentou dificuldades. Seu drone Aquila caiu durante um voo de teste, em junho, o que deu início a uma investigação do Conselho Nacional de Segurança nos Transportes dos EUA (NTSB, na sigla em inglês). Esse foi o último contratempo nos planos do Facebook para conectar o mundo sem fios após uma explosão, no início de 2016, que destruiu um de seus satélites e a resistência política aos seus serviços gratuitos na Índia.

A Alphabet cancelou o projeto Titan devido aos desafios econômicos e técnicos. O Project Loon, outro projeto do laboratório X focado na transmissão de internet, mas a partir de balões a grandes alturas, continua de pé. O mesmo ocorre com o Project Wing, um esforço para usar drones em entregas em vez de serviço de internet.

"Como comparação, nesse estágio a viabilidade econômica e técnica do Project Loon apresenta uma forma muito mais promissora de conectar partes rurais e remotas do mundo", disse a porta-voz do X na quarta-feira. "Muitas pessoas da equipe da Titan estão agora usando seu conhecimento em outros projetos de voos em altitude no X, incluindo o Loon e o Project Wing."

O Project Wing também enfrenta seus desafios. No último trimestre de 2016, vários funcionários do Wing foram convidados a encontrar outros projetos na Alphabet depois que o X cancelou alguns de seus planos para entregas por drones.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos