Bolsas

Câmbio

Tratamento de spa com infravermelhos está pegando fogo

Hannah Elliott

(Bloomberg) -- As saunas de infravermelhos são o mais recente caso de nova coisa velha que chamou a atenção de pessoas do mundo da moda, celebridades e influenciadores das redes sociais.

Se você é médico ou fã do bem-estar há muito tempo, é provável que já conheça. Durante décadas, hospitais e centros de tratamento médico usaram este recurso para estimular o crescimento de bebês prematuros e acelerar a recuperação de atletas e idosos.

Mas foi apenas nos últimos 12 meses que os tratamentos com infravermelhos entraram na moda. Gwyneth Paltrow exalta seus benefícios. Lady Gaga usa para tratar uma dor crônica no ombro. Jennifer Aniston e Selena Gomez usam em casa.

Indústria em crescimento

Uma série de lojas de luxo está surgindo para atender à demanda, especialmente nos EUA (Nova York, Los Angeles, Dallas e Miami são grandes mercados) e na Austrália. Trata-se de um mercado de US$ 75 milhões "que está crescendo rapidamente", de acordo com um relatório publicado na Canadian Family Physician, o jornal científico oficial da comunidade de medicina familiar do Canadá.

A Sunlighten vende saunas de infravermelhos a spas e centros de bem-estar através de 16 distribuidores em todo o mundo. A companhia, com sede em Overland Park, Kansas, observou um crescimento constante nas vendas comerciais e residenciais desde 2013, e as vendas do ano passado aumentaram 20 por cento em comparação com as de 2015.

"Temos observado uma tendência crescente já há algum tempo", disse Brooke Basaldua, gerente de marketing da Sunlighten. "O ano passado, sem dúvida, foi nosso maior ano, e esperamos ver a mesma coisa novamente neste ano."

Como funciona

As saunas funcionam usando luz de comprimentos de onda infravermelhos para aquecer o corpo em si, em vez de esquentar o ambiente ao redor. Há três comprimentos de onda ? curto, médio e longo, e o comprimento longo é a forma mais intensa: o calor faz com que as moléculas de água do corpo vibrem tanto que elas se quebram. O resultado, de acordo com os defensores, é a liberação saudável de toxinas através da transpiração.

As temperaturas infravermelhas variam de 43 ºC a 49 ºC, em vez dos 71 ºC das saunas convencionais. É por isso que uma sauna de infravermelhos é confortável e seca, em vez de sufocante e úmida como a sauna normal de um clube.

"O apelo das saunas em geral é que elas provocam reações, como forte transpiração e aceleração do ritmo cardíaco, semelhantes às propiciadas por exercícios moderados", escreveu Brent Bauer, diretor do programa de medicina complementar e integradora do Departamento de Medicina Interna da Mayo Clinic, em um relatório da Mayo Clinic. "Uma sauna de infravermelhos gera esses resultados a temperaturas mais baixas que uma sauna comum e, por isso, é acessível para pessoas que não conseguem tolerar o calor de uma sauna convencional."

Se você acredita na moda, há diversos benefícios: relaxamento de órgãos e músculos, desintoxicação, alívio de dor, melhoria da saúde celular, melhoria da circulação, antienvelhecimento, purificação da pele e (o cálice sagrado) perda de peso.

Richard Beever, professor adjunto de clínica no Departamento de Medicina Familiar da Universidade da Columbia Britânica em Vancouver, é mais comedido, embora também ofereça um leve apoio. Sem dúvida, não há nada de errado com isso, disse ele.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos