Bolsas

Câmbio

Veneza está repleta de palazzos secretos à venda

James Tarmy

(Bloomberg) -- A parte traseira de um palácio de médio porte no Grande Canal de Veneza não parece muita coisa ? um portão de ferro trabalhado, uma parede de estuque, algumas janelas com persianas pretas. No entanto, ao entrar os visitantes se encontrarão no vasto piso térreo de um dos palácios mais elegantes da cidade. Com uma extensão de cerca de 2.787 metros quadrados, a mansão do século XVI contém afrescos originais, revestimentos de seda antigos nas paredes e um dos melhores trabalhos em gesso de Veneza.

"Tudo é lindo", disse Ann-Marie Doyle, diretora da Venice Sotheby's International Realty, ao entrar em um salão de baile dominado por um lustre colossal de cristal de Murano. "Eu poderia passar minha vida nesta sala."

Sem dúvida alguém poderia, mas por enquanto o palácio está deserto. Seu proprietário, o patriarca de uma família bancária italiana, morreu há alguns anos. Desde então, "está praticamente vazio", disse Doyle, salvo por uma única empregada doméstica, Manola, que mantém seus grandes salões apresentáveis para os hóspedes que ainda não chegaram. Os filhos do falecido dono "estão todos ocupados e vivem em lugares diferentes", disse Doyle. "É aquela velha história de descobrir o que fazer com isso."

Tudo isso pode mudar em breve: a casa está secretamente no mercado. No entanto, longe de pendurar uma placa de "vende-se" no Grande Canal, a pedido da família proprietária, Doyle não fez praticamente nada para publicitar a casa. "Os proprietários começaram extremamente sigilosos", disse ela. "Agora eles mudaram, pelo menos um pouco." Com isso ela quis dizer que eles permitiram que ela publicasse uma única imagem (de uma parede, em uma sala de desenho) na internet, junto com uma descrição de duas frases. Eles continuam se recusando a publicar ou até mesmo a indicar quanto o imóvel custaria ? o texto diz meramente "Preço a pedido".

Ofertas secretas

O palazzo é uma das chamadas "ofertas secretas" de Veneza, imóveis que, por diversas razões ? discrição, exclusividade ou aversão até mesmo ao mais remoto indício de publicidade ? permanecem secretos, disponíveis apenas para aqueles que entram em contato com agentes imobiliários, passam por uma análise prévia e podem demonstrar uma disposição (e os fundos) para investir seu tempo e energia na cidade de Veneza.

"Queremos qualidade nesta cidade. O dinheiro é importante, mas Veneza precisa de ajuda", disse Serena Bombassei, chefe de vendas da Venice Real Estate, uma afiliada da Knight Frank. "Precisamos manter a beleza da cidade, então queremos que as pessoas comprem imóveis como este, mas elas também precisam oferecer algo à cidade. Veneza é muito pequena e precisa se manter viva."

Embora essa tática de marketing pareça estranha, em um nível intuitivo, as ofertas secretas fazem sentido: poucas pessoas têm disposição e capacidade para injetar seu dinheiro em Veneza, e aqueles que estão interessados em fazê-lo provavelmente estão dispostos a pegar o telefone e ligar para um corretor. Ao manter esses imóveis "fora do mercado", seus proprietários podem controlar o mercado e, ao mesmo tempo, evitar algo tão sórdido como uma listagem na internet.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos