Bolsas

Câmbio

El-Erian vê risco de economia dos EUA crescer abaixo de 2%

Katherine Chiglinsky

(Bloomberg) -- Para Mohamed El-Erian, o principal assessor econômico da Allianz, a turbulência política em Washington aumenta o risco de o presidente Donald Trump e parlamentares não conseguirem coordenar esforços para promover o crescimento econômico.

"Não se sabe se o trabalho técnico que está sendo desenvolvido em termos de reforma tributária e infraestrutura chegará ao Congresso de maneira muito construtiva", afirmou El-Erian em entrevista à Bloomberg Television nesta quarta-feira. "Quanto mais essas distrações continuarem, mais difícil será para o Congresso chegar à governança econômica."

No Senado, as atenções estão voltadas para audiências sobre a eventual interferência da Rússia nas eleições dos EUA, incluindo o depoimento do ex-diretor do FBI James Comey, que foi demitido por Trump.

O secretário de Justiça, Jeff Sessions, que pediu afastamento da investigação, foi acusado de atrapalhar o trabalho de representantes do Partido Democrata. Para El-Erian, não se sabe por quanto tempo o foco na investigação vai desviar as atenções da economia.

"Até as pessoas descobrirem o que existe ali, não dá para responder o que será necessário para encerrar o assunto", disse El-Erian.

Durante a campanha, Trump prometeu programas para acelerar o ritmo de crescimento econômico para 3 por cento ou mais. As opiniões dele sobre imigração e comércio internacional geraram desconforto em Wall Street, mas muitos investidores elogiaram nomes que ele escolheu para cargos importantes, incluindo ex-executivos do Goldman Sachs Group, e também a importância dada à reformulação do código tributário.

"Ele tem gente com ele trabalhando nisso, ele só precisa do caminho político. E para isso, é preciso acabar com as distrações e não conseguiram isso até agora", disse El-Erian, que também é colunista da Bloomberg View.

"O que eu sei é que os dados econômicos estão piorando e que há risco de a economia voltar a crescer menos de 2 por cento."

No primeiro trimestre, a taxa de crescimento do PIB ficou em 1,2 por cento, vindo de 2,1 por cento no trimestre anterior e 3,5 por cento no terceiro trimestre de 2016. Para 2017, a projeção do mercado é 2,2 por cento.

Há muito tempo El-Erian defende que o governo americano se concentre em melhorar a infraestrutura, reformar o código tributário e modernizar a mão de obra. Ele afirmou anteriormente que o foco inicial de Trump no programa de saúde foi um erro porque colocou a economia em segundo plano.

A prioridade do presidente deveria ser trabalhar com parlamentares e estimular "uma discussão nacional sobre a economia e a importância de avançar políticas pró-crescimento", disse El-Erian durante a entrevista a Tom Keene. "Quanto mais esperarmos, Tom, maior o risco."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos