Bolsas

Câmbio

Interesse de Elon Musk pelo Hyperloop preocupa rivais

Sarah McBride

(Bloomberg) -- Elon Musk apresentou sua visão para um meio de transporte futurista baseado em tubos chamado hyperloop em 2013. Em um documento técnico exaustivo, ele apresentou um conjunto de pesquisas realizadas com sua equipe na Space Exploration Technologies em que demonstrava a viabilidade do sistema e aparentemente oferecendo-o de presente para a comunidade de empreendedores. "Eu não pretendo executá-lo porque tenho que continuar focado na SpaceX e na Tesla", disse ele em uma teleconferência na época.

Agora parece que ele mudou de ideia. No mês passado, o CEO da SpaceX e da Tesla revelou no Twitter que tinha recebido a "aprovação verbal do governo" para construir um hyperloop capaz de transportar passageiros entre Nova York e Washington em 29 minutos. O tuíte chocou executivos das diversas startups que estão correndo para desenvolver seus próprios hyperloops com base nas especificações de Musk. Vários deles inicialmente manifestaram a esperança de que Musk só cavasse os túneis e talvez escolhesse uma das startups para criar a infraestrutura física, que envolve um trem em forma de tubo que se desloca mais rapidamente do que um avião.

Só que não. Uma pessoa próxima de Musk disse que ele planeja construir tudo, inclusive o sistema do hyperloop. Musk também tem a marca registrada "Hyperloop" com a SpaceX, que poderia ser usada para impedir outras empresas de empregarem o termo, segundo registros públicos dos EUA.

A inesperada entrada do bilionário nos negócios do hyperloop poderia ameaçar as ambições de três startups, que juntas levantaram cerca de US$ 200 milhões de investidores de capital de risco.

"Provavelmente haja uma quantidade finita de capital disposto a apostar nesse espaço -- e contra ele", disse Jonathan Silver, ex-diretor de programas de empréstimo do Departamento de Energia dos EUA. Silver aprendeu a não subestimar Musk depois de outorgar um empréstimo de US$ 465 milhões à Tesla em 2010, que a fabricante de carros elétricos reembolsou com juros nove anos antes do prazo.

Marca registrada

A Hyperloop Transportation Technologies e a Hyperloop One apresentaram pedidos de marcas registradas para o termo "Hyperloop" em 2015. Mas a SpaceX já tinha registrado o nome no Escritório de Patentes e Marcas Registradas dos EUA pouco antes da publicação da pesquisa original. Os pedidos das duas startups continuam suspensos.

A SpaceX também é dona da @Hyperloop no Twitter e do site Hyperloop.com. Em 2015, a fabricante de foguetes apresentou planos para realizar um concurso de design de hyperloop para estudantes e disse que construiria uma pista de teste. Em um tuíte, Musk disse que "não estava tentando construir o Hyperloop" e que outras empresas estavam trabalhando nisso.

Mesmo que Musk apoie o desenvolvimento, um hyperloop comercial está longe de se tornar viável. Ninguém desenvolveu um protótipo, nem no solo nem subterrâneo, capaz de atingir a velocidade ou a distância da teoria de Musk. Outro grande obstáculo é obter a permissão escrita das autoridades.

Musk planeja organizar outro concurso de hyperloop na SpaceX neste mês. "Estamos interessados em ajudar a acelerar o desenvolvimento de um protótipo funcional do Hyperloop", dizia o anúncio que recebia os visitantes do site do concurso na Hyperloop.com. "Nós não vamos desenvolver um Hyperloop comercial por conta própria." Neste ano, essa mensagem desapareceu.

Para entrar em contato com o repórter: Sarah McBride em São Francisco, smcbride24@bloomberg.net.

Para entrar em contato com a editoria responsável: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net.

©2017 Bloomberg L.P.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos