Bolsas

Câmbio

Turner planeja canal esportivo por streaming com foco no futebol

Scott Soshnick

(Bloomberg) -- A Turner Broadcasting, pertencente à Time Warner, está criando um serviço de vídeo pago para oferecer transmissões ao vivo de jogos de futebol e outros eventos esportivos pela internet. Esta é uma nova estratégia da empresa de mídia para pagar os custos crescentes dos direitos de programação.

A Turner começará a vender o serviço no ano que vem, a tempo da cobertura da Liga dos Campeões da Uefa e da Liga Europa da Uefa, dois dos torneios de futebol mais populares do mundo, informou a empresa em comunicado, nesta quinta-feira. O serviço de vídeos não incluirá NBA, NCAA March Madness nem Major League Baseball, três das ofertas esportivas mais populares da Turner.

O presidente da Turner, David Levy, preferiu não informar quanto o serviço direto ao consumidor custaria ou quantos assinantes poderia ter. Segundo ele, o serviço é uma plataforma lógica para esportes com menos visibilidade que as principais ligas tradicionais.

"Estamos abertos a quaisquer propriedades", disse Levy em entrevista. "Há muitos esportes que talvez tenham bases de fãs menores e que agora têm um lugar para passar."

As grandes empresas de mídia estão criando novos serviços on-line para capturar receitas adicionais com os fãs mais exigentes e para compensar as pessoas que já não pagam TV a cabo ou por satélite. A ESPN, da Walt Disney, começará a vender um serviço de esportes on-line no ano que vem com 10.000 eventos ao vivo por ano, incluindo Major League Baseball, hóquei, futebol e tênis, além de esportes universitários. O serviço surge depois que a Disney adquiriu o controle da BamTech, o braço de streaming da MLB, no qual anteriormente mantinha um terço de participação.

Cancelamento da TV a cabo

Emissoras de TV a cabo como a TNT e a TBS, da Turner, vêm perdendo assinantes nos últimos anos, o que reduz as comissões recebidas das operadoras de televisão por assinatura em um momento em que estão pagando mais pelos direitos esportivos. A Turner pagou US$ 60 milhões por ano pelos direitos da Liga dos Campeões e muito mais que isso pelos direitos do March Madness e da NBA.

No entanto, a Turner, a exemplo da ESPN, ainda reserva sua programação esportiva mais popular para a televisão. A Turner transmitirá as semifinais e as finais da Liga dos Campeões pela TV, juntamente com quatro jogos da fase de grupos e duas partidas dos playoffs por semana. Todas as demais partidas estarão disponíveis no serviço de streaming.

Mais de 3 milhões de pessoas assistiram à final da Liga dos Campeões de 2017 na Fox. As rodadas anteriores atraíram menos espectadores. O acordo da Turner com a Uefa é de três anos.

A Turner ampliará a cobertura do futebol em seu novo serviço com programação auxiliar do Bleacher Report, que oferecerá clipes e comentários em seu site, bem como canais nas redes sociais Snap, Facebook, Instagram e Twitter. Levy disse que a Uefa, órgão responsável pelo futebol europeu, foi atraída pela popularidade do Bleacher Report entre os jovens.

O serviço de vídeo esportivo é o mais recente serviço direto ao consumidor da empresa. A companhia oferece também o FilmStruck, focado em filmes, e o Boomerang, de desenhos animados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos