ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Xampu Hoed & Shouders e absorvente Aluays? Na Venezuela são sucesso

Reprodução
Absorvente feminino Aluays, vendido na Venezuela Imagem: Reprodução

Patricia Laya

11/12/2017 11h49

(Bloomberg) -- Você provavelmente já usou ou pelo menos ouviu falar no xampu Head & Shoulders. E no Hoed & Shouders? Não? E nas lâminas de barbear Max Quottro, no absorvente feminino Aluays ou no sabão Yahnsan?

No "case" de economia que é a Venezuela, estes são os novos produtos de consumo mais procurados. Parentes muito distantes das famosas marcas de origem norte-americana, eles lotam as prateleiras que, no início do ano, não tinham praticamente nada, autêntico ou não, que a maioria das pessoas pudesse pagar.

Agora, esse universo alternativo de cópias chinesas com nomes parecidos com os das grandes marcas, que parecem ter saído do liquidificador, está fazendo sucesso.

Os compradores podem ser enganados por embalagens que imitam de forma sem vergonha os produtos vendidos nos EUA. O impronunciável Convenrt, por exemplo, tem o clássico desenho branco e vermelho da pasta de dentes Colgate.

Mas ao virar as embalagens, a impressão no rótulo revela que os produtos provêm de Hong Kong ou das províncias chinesas de Cantão e Fujian. Alguns não listam ingredientes, outros listam alguns poucos semelhantes aos do produto original.

Embora essas falsificações pareçam infringir a propriedade intelectual de empresas como Johnson & Johnson e Procter & Gamble (P&G), entrar com processo na Justiça em países em desenvolvimento como a Venezuela pode ser difícil.

O surgimento das falsificações é bem-vindo --embora não seja exatamente motivo de comemoração-- em um país no qual o sistema de controles econômicos bizantino do governo socialista gerou uma aguda escassez de papel higiênico, antibióticos, pão e muito mais.

O baixo preço dos produtos clonados é uma vantagem. A inflação está fora de controle na Venezuela, com um ritmo anual de mais de 2.000% nos últimos três meses, segundo o Café Con Leche Index da Bloomberg.

O Head & Shoulders é vendido por 118 mil bolívares, mas o Hoed & Shouders sai por 32 mil bolívares. É aproximadamente metade do preço de um almoço abundante em Caracas. Nada mal, principalmente se realmente fizer o couro cabeludo parar de coçar.

Como é difícil encontrar um produto "Made In Brazil" no comércio local

UOL Notícias

Mais Economia