Bolsas

Câmbio

Tuiteiro misterioso atrai horda de investidores no Japão

Shoko Oda

(Bloomberg) -- Em um dia em que bilhões em lucros e prejuízos seriam determinados por transações de frações de segundo, os profissionais assalariados dos mercados financeiros do Japão estavam grudados aos seus terminais de notícias. Outro grupo observava o feed de uma conta anônima do Twitter.

Era pouco depois do meio-dia de 29 de janeiro de 2016 e pessoas com dinheiro em jogo esperavam que o Banco do Japão anunciasse sua política monetária. A data da decisão é definida com antecedência, mas ninguém sabe o momento exato.

"Vem aí uma bazuca de juros negativos!", escreveu o usuário do Twitter que usa o nome Okasanman, anexando uma captura de tela de um artigo que acabava de ser publicado em um website de notícias local, mostrando que o Banco do Japão (BOJ, na sigla em inglês) estava discutindo a introdução de juros negativas como mais nova arma de estímulo do tipo choque e pavor.

Como os futuros das ações deram um salto e o iene despencou, alguns traders (tipo de investidor que busca lucrar com operações de curto prazo) demonstraram gratidão pelo aviso. Cerca de 15 minutos depois, o banco anunciou a fixação de juros abaixo de zero.

"Esta postagem salvou minha vida", disse um usuário, em resposta. "Consegui lucrar graças a ela."

'Senhor dos Gafanhotos'

Okasanman foi apelidado de "Senhor dos Gafanhotos" porque a conta atrai um enxame de traders que buscam lucrar com seus tuítes prolíficos de todos os tipos de negócio, das divulgações de dados econômicos globais às últimas reviravoltas no desenvolvimento de situações políticas.

Embora a conta só aponte para informações já disponíveis, a velocidade com que o faz --e a amplitude de sua cobertura-- construiu uma base de seguidores maior do que a do BOJ.

"Como ele é tão rápido?", pergunta Hajime Sakai, diretor de fundo da Mito Securities em Tóquio, que ajuda a gerenciar US$ 594 milhões. "Tenho muita curiosidade de saber."

A identidade e a motivação de Okasanman para passar horas todos os dias fornecendo informações para mais de 146 mil seguidores --número no momento desta publicação-- de graça são um mistério.

A pessoa ou as pessoas por trás do codinome não responderam aos diversos pedidos para comentar o assunto. Mas a conta é mais um exemplo de como os microbloggers --dos vendedores a descoberto anônimos aos comentaristas de mercado como Zerohedge-- estão se tornando parte essencial da maneira de transmitir informações por meio dos mercados financeiros modernos.

Vasta cobertura

A conta Okasanman vasculha uma enorme variedade de fontes, a qualquer hora, para encontrar notícias capazes de causar impacto no mercado.

Inclui jornais e revistas, provedores de dados financeiros, divulgações para Bolsas de Valores e tuítes sobre acidentes ou incêndios. Muitas publicações parecem ser automatizadas, embora os comentários escritos manualmente mostrem a paixão por trocadilhos ruins e, ocasionalmente, por conteúdo bruto.

Uma coisa é certa: a influência de Okasanman cresceu tanto que a conta pode gerar confusão com algumas brincadeiras ocasionais, como por exemplo com um tuíte publicado em novembro de 2016.

"Kuroda dará entrevista coletiva de emergência sobre sua demissão", afirmou.

Após quase um ano de críticas à política de juro negativo do Banco de Japão, muitos seguidores consideraram que se tratava de uma referência ao presidente do BOJ, Haruhiko Kuroda. Dois minutos depois, Okasanman esclareceu: Hiroki Kuroda, ex-lançador da equipe de beisebol Hiroshima Carp.

(Com a colaboração de Min Jeong Lee Stephen Stapczynski e Jason Clenfield)

Bitcoin é fraude? Entenda por que bancos querem distância

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos