ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Selva alienígena virtual é esperança para shoppings e Hollywood

Anousha Sakoui

07/02/2018 15h39

(Bloomberg) -- Os ingressos para uma visita de 12 minutos a uma selva extraterrestre, a US$ 20 cada, são vendidos rapidamente em um shopping de Los Angeles, um sinal promissor para uma startup de realidade virtual apoiada por gigantes do entretenimento como Nickelodeon, AMC Entertainment e Steven Spielberg.

A maioria dos ingressos para os cinco primeiros dias de "Alien Zoo", a instalação provisória da Dreamscape Immersive no recém-reformado shopping Westfield Century City, se esgotaram, segundo a empresa. A Dreamscape ocupou um espaço perto da livraria da Amazon.com e de um showroom da Tesla.

As operadoras de shopping centers e as produtoras de Hollywood enxergam a realidade virtual como um novo atrativo para os dois setores, que perderam clientes para as compras pela internet e para outras diversões on-line. A Imax, uma operadora de telonas de alta qualidade, tem investido em realidade virtual e está lançando seus próprios centros de RV por meio da Dreamscape, a exemplo da AMC, da Westfield e de outras empresas de Hollywood.

Usando efeitos com vento e água, a empresa pretende gerar a mesma sensação de alegria "de um brinquedo de um grande parque temático", disse o CEO Bruce Vaughn, um ex-executivo da Disney, em entrevista. Os fundadores disseram que não registraram nenhum caso de enjoo e que pretendem abrir uma grande instalação permanente neste ano, mais tarde do que o inicialmente planejado.

Enquanto os centros de RV da Imax permitem que os usuários participem de vários jogos e experiências em grupo ou individualmente, a Dreamscape permite que até seis pessoas se movimentem em um mundo virtual como avatares, sem conexão física com computadores e usando seus corpos como se estivessem no mundo real.

O "Alien Zoo" é a primeira produção original e a instalação provisória durará um mês. A Dreamscape, que tem sede em Los Angeles, foi lançada em janeiro de 2017 e planeja abrir sete unidades nos EUA e no Reino Unido.

Warner Bros., 21st Century Fox e MGM Holdings foram algumas das participantes de uma rodada de financiamento maior que a planejada, de US$ 30 milhões, encerrada em dezembro. Spielberg e a Bold Capital também investem na iniciativa.

Mais Economia