PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Greve de caminhoneiros deixa McDonald's sem pão no Rio

Christiana Sciaudone

24/05/2018 16h51

(Bloomberg) -- A greve dos caminhoneiros no Brasil devido à alta dos preços do diesel deixou pelo menos um McDonald's em Copacabana com dificuldades para atender aos clientes. A lanchonete recebeu a última entrega de alimentos perecíveis em 18 de maio, disse o gerente Yladian Barbosa ao jornal O Globo. O prejuízo provocado pela escassez chegou a R$ 18.000 (US$ 4.960) só na quarta-feira.

No ano passado, a Arcos Dorados Holdings obteve cerca de 45 por cento das receitas com as lojas da rede McDonald's no Brasil, segundo dados compilados pela Bloomberg.

A Petrobras tentou acalmar os caminhoneiros na quarta-feira com uma redução de 10 por cento no preço do diesel. Não funcionou. Além de os motoristas se recusarem a voltar aos caminhões, as ações da Petrobras seguiram sendo negociadas em queda.

"O atual protesto dos caminhoneiros brasileiros está impactando o comércio e o varejo em geral no país, e um pequeno número de nossos restaurantes experimentou a escassez temporária de alguns produtos como resultado", disse o porta-voz da Arcos Dorados, Daniel Schleiniger. "Estamos monitorando de perto a situação e implementamos planos de contingência para minimizar o impacto nos nossos estoques de restaurantes".

O momento é difícil para o Brasil, ainda com dificuldades para deixar para trás a pior recessão de sua história e sobrecarregado pela alta do dólar, que atingiu recentemente o patamar mais alto em dois anos.Título em inglês:McDonald's Out of Buns in Rio de Janeiro as Truckers Strike (2)