PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Terreno no topo de Beverly Hills está à venda por US$ 1 bi

Colin Bertram

30/07/2018 12h08

(Bloomberg) -- Um terreno famoso e praticamente subaproveitado de mais de 63 hectares e com vista para Beverly Hills está chegando oficialmente ao mercado com um preço recorde de US$ 1 bilhão. Com vista panorâmica de 360 graus para as montanhas de San Gabriel, Malibu, o Oceano Pacífico e o centro de Los Angeles, os possíveis compradores contemplarão vizinhos como Seth MacFarlane, Sylvester Stallone e Warren Beatty.

Renomeada Mountain Beverly Hills, a propriedade anteriormente conhecida como Vineyard Beverly Hills é o ponto mais alto do valorizado CEP 90210. Ocupa um cume no bairro Beverly Crest, adjacente a Beverly Hills, com Studio City ao norte e Bel Air a oeste. O cobiçado terreno imobiliário é tão grande que toda a Disneylândia poderia caber dentro de seus limites e ainda sobrariam 23 hectares. Os materiais de divulgação comparam uma visita ao lugar, ao qual se chega pelo Benedict Canyon, a uma "experiência divina".

Nomes famosos relacionados à propriedade, sejam eles proprietários anteriores ou compradores em potencial, incluem Brad Pitt, Tom Cruise, Merv Griffin, o fundador da Herbalife, Mark Hughes, e a princesa Shams, irmã mais velha do falecido xá do Irã.

"É uma propriedade especial, é um troféu", diz Christine Hong, especialista global em imóveis de luxo da Coldwell Banker em Beverly Hills. "É muito original e bonita."

Shams Pahlevi, irmã mais velha do último xá do Irã, Mohammad Reza Pahlevi, adquiriu o terreno no topo da montanha no fim dos anos 1970 e planejava construir um único imóvel. Após a Revolução Iraniana de 1979, em que seu irmão foi derrubado e coquetéis Molotov foram atirados contra a residência dela na Califórnia por manifestantes pró-República Islâmica, a princesa deixou o platô abandonado durante uma década e depois Merv Griffin comprou a propriedade em 1987.

Griffin tinha grandes planos de construir um complexo enorme no lugar. Quase 765.000 metros cúbicos de terra foram removidos do topo para nivelar o terreno e o zoneamento foi modificado para incorporar seis lotes edificáveis. Mas o interesse de Griffin no projeto se desvaneceu. Em 1997, ano em que comprou o Beverly Hilton Hotel, ele vendeu o terreno para o fundador da Herbalife, o bilionário Mark Hughes.

Hughes pagou US$ 8,5 milhões e planejava construir uma casa de 45.000 metros quadrados naquelas terras. Quando morreu, em 2002, o terreno entrou para o seu espólio, mantido em um trust para seu filho, que na época tinha oito anos.

A realeza de Hollywood, incluindo Brad Pitt e Tom Cruise, já demonstrou interesse em toda ou em parte da propriedade, que nos últimos anos foi usada algumas vezes como espaço para eventos. Mas processos judiciais complicados relativos ao direito à propriedade mantiveram o terreno fora do mercado até agora. O terreno está sendo oferecido à venda pela Secured Capital Partners e listado pela Aaron Kirman Partners.