PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Volkswagen faz aposta alta em aquisições de tecnologia

Leonard Kehnscherper e Chris Reiter

23/08/2018 11h44

(Bloomberg) -- Volkswagen explicou como pretende passar de fabricante de automóveis do mercado de massas à provedora de serviços de transporte. A empresa divulgou um serviço de compartilhamento de carros e prometeu aquisições digitais como parte de uma iniciativa de 3,5 bilhões de euros (US$ 4 bilhões) para criar automóveis de última geração.

O plano será lançado em Berlim, onde a fabricante colocará 2.000 veículos completamente elétricos nas ruas por volta do segundo trimestre de 2019, sob a marca We Share, que competirá com as ofertas DriveNow e Car2Go da Daimler e da BMW. A Volkswagen planeja iniciar parcerias de tecnologia neste ano, e aquisições devem ocorrer "antes do Natal", disse Juergen Stackmann, diretor de vendas da marca homônima VW, em entrevista à Bloomberg Television na capital alemã.

"Seremos uma empresa de dispositivos e software", disse Michael Jost, chefe de estratégia da marca VW, em entrevista coletiva em Berlim para apresentar o programa de compartilhamento de carros. "Para lidar com esse desenvolvimento, precisamos reinventar o automóvel."

As fabricantes de automóveis estão enveredando rapidamente por novas áreas para lidar com tecnologias novas e poderosas que ameaçam destruir os modelos de negócios fabris, que pouco mudaram desde o advento da linha de montagem. A Volkswagen, maior fabricante de veículos do mundo, está anos atrás das iniciativas de compartilhamento de carros da Daimler e da BMW, que recentemente anunciaram que vão unir forças. Mas o escopo da iniciativa da We Share mostra como a VW pode criar uma concorrência imediata para suas rivais alemãs.

Repórteres da matéria original: Leonard Kehnscherper em Frankfurt, lkehnscherpe@bloomberg.net;Chris Reiter em Berlim, creiter2@bloomberg.net