ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Apple aposta no cinema com aquisição filmes para a família

Anousha Sakoui

11/09/2018 12h16

(Bloomberg) -- A divisão de vídeos da Apple, dirigida pelos executivos Zack Van Amburg e Jamie Erlicht, está fazendo incursões na indústria cinematográfica com a aquisição de dois filmes voltados à família.

A empresa fechou acordo pelos direitos de "Wolfwalkers", uma animação do estúdio Cartoon Saloon, que tem indicações ao Oscar. A Bloomberg foi a primeira a noticiar o acordo da empresa com o Cartoon Saloon, em junho, e o diretor Tomm Moore confirmou a aquisição de "Wolfwalkers" no Twitter, na segunda-feira.

A Apple também adquiriu os direitos de distribuição global do documentário "The Elephant Queen" no Festival Internacional de Cinema de Toronto.

Os acordos dão uma ideia da estratégia da mais nova empresa de tecnologia a se voltar a Hollywood. Apesar de que vem sendo prolífica na encomenda de conteúdo de televisão, a Apple tem sido mais lenta na aposta em longas-metragens. Ainda não está claro se os filmes serão lançados nos cinemas, mas a parceria com a Cartoon Saloon sugere que a Apple está em busca de filmes merecedores do Oscar. É necessário um lançamento limitado para ser considerado para os prêmios.

Os dois executivos da Apple conseguiram um orçamento de pelo menos US$ 1 bilhão para gastar em um ano, disseram pessoas familiarizadas com os planos à Bloomberg, no ano passado.

"Wolfwalkers" é ambientado em uma época em que os lobos são vistos como demoníacos. Uma jovem caçadora aprendiz vai à Irlanda com o pai para eliminar a última alcateia. Mas quando ela salva uma garota nativa, a amizade delas a leva a descobrir os Wolfwalkers e a transforma naquilo que seu pai quer destruir. O filme é codirigido por Moore, que foi indicado ao Oscar por "Uma Viagem ao Mundo das Fábulas" e "A Canção do Oceano".

"The Elephant Queen", que teve sua estreia mundial em Toronto no sábado, conta a história de uma matriarca elefanta que fará tudo o que estiver ao seu alcance para proteger a família quando esta for forçada a deixar a lagoa. Também voltado à família, o filme é narrado por Chiwetel Ejiofor, indicado ao Oscar pelo trabalho em "12 Anos de Escravidão".

Mais Economia