ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Malta registra maiores aumentos do mundo em preços de imóveis

Pooja Thakur e Shawna Kwan

14/09/2018 11h44

(Bloomberg) -- Malta superou Hong Kong e ficou em primeiro lugar entre os territórios ou países com maiores aumentos nos preços das residências no trimestre de junho, segundo o Global House Price Index, publicado nesta sexta-feira pela Knight Frank.

Os preços das residências nessa minúscula ilha do Mediterrâneo subiram 17 por cento no período de três meses até junho em relação ao mesmo período do ano anterior, informou a Knight Frank, citando dados do banco central do país. A oferta escassa aliada à força da economia, que cresceu 6,6 por cento no ano passado, e à pujança do setor de tecnologia está aumentando a demanda.

Hong Kong, o mercado imobiliário menos acessível do mundo, ficou em segundo lugar, com aumentos de preços de 16 por cento. A cidade liderou os rankings do índice em 10 ocasiões desde 2009, mas deverá esfriar nos próximos meses como resultado do aumento das taxas de juros, informou a Knight Frank. A exemplo de Cingapura e da Nova Zelândia, a antiga colônia britânica aplicou novas medidas nos últimos três meses para esfriar o mercado imobiliário.

"As incertezas resultantes da guerra comercial e os possíveis aumentos nas taxas das hipoteca estão exercendo pressão sobre os preços" em Hong Kong, disse Alva To, vice-presidente para a grande China da Cushman & Wakefield, em entrevista coletiva, na quinta-feira.

A Cushman & Wakefield espera uma correção do mercado imobiliário de Hong Kong em 2019, fazendo coro aos comentários da firma de private equity Gaw Capital Partners e da CLSA, entre outras, de que os preços poderão cair até 15 por cento.

Letônia, Eslovênia e Hungria, que registraram crescimentos de dois dígitos nos preços, completam os cinco primeiros lugares.

No outro extremo do espectro estão Ucrânia, Peru e Arábia Saudita, onde os preços das residências no trimestre de junho caíram 4,5 por cento, 1,6 por cento e 1,3 por cento, respectivamente. O Global House Price Index da Knight Frank monitora os preços gerais das residências em 57 países e territórios.

Repórteres da matéria original: Pooja Thakur em Cingapura, pthakur@bloomberg.net;Shawna Kwan em Hong Kong, wkwan35@bloomberg.net

Mais Economia