PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Bilionário sonhador vai viajar no foguete de Musk para a Lua

Lisa Du e Yuji Nakamura

18/09/2018 13h05

(Bloomberg) -- Em um país conhecido pela conformidade, Yusaku Maezawa sempre procurou se destacar.

Ele deixou a faculdade, mudou-se para a Califórnia para tocar em uma banda de rock e criou sua própria empresa de comércio eletrônico. Depois de torná-la grande, Maezawa, 42, começou a gastar centenas de milhões de dólares em obras de arte. Agora, o bilionário fundador da Start Today deverá se tornar o primeiro passageiro pagante para a Lua em um foguete da SpaceX com lançamento programado para 2023. Este é o mais recente projeto midiático de Maezawa, cujo Twitter é @yousuck2020.

Apesar de relativamente desconhecido fora do arquipélago e do mundo da arte, Maezawa certamente ficará mais famoso com o plano de viajar para o maior satélite da Terra com um grupo de artistas. Amante declarado de arte, o empreendedor japonês pretende levar uma combinação de pintores, músicos, dançarinos, fotógrafos, diretores de cinema, designers de moda e arquitetos a uma viagem lunar de uma semana na qual ele poderá ser um espectador de como eles se inspiram e criam arte ao longo do caminho.

"Eu pensei muito sobre qual seria a importância de ser o primeiro passageiro a ir à Lua", disse Maezawa, no anúncio, na sede da Space Exploration Technologies, em Hawthorne, na Califórnia, ao lado do CEO da empresa de foguetes, Elon Musk. "Eu escolho ir à Lua com artistas."

O voo ao redor da Lua é um casamento dos diversos interesses de Maezawa: ser um visionário, apoiar a arte e promover sua empresa. O fato de assumir o enorme risco pessoal de orbitar a Lua como primeiro cidadão particular garantiria sua presença nos livros de história. Maezawa disse esperar que as obras de arte criadas durante a viagem inspirem mais interesse e apoio aos artistas. Maezawa e Musk preferiram não informar o custo da viagem lunar.

"Não fomos nós que o escolhemos", disse Musk. "Ele nos escolheu. Ele é uma pessoa muito corajosa por fazer isso."

Maezawa ganhou fama e fortuna desafiando as normas da sociedade japonesa. Ex-baterista de uma banda de rock, ele criou o website de compras Zozotown, um destino popular para consumidores mais jovens, a partir de uma empresa de encomendas de álbuns de música por correspondência.

Com patrimônio líquido de US$ 2,3 bilhões, segundo o Bloomberg Billionaires Index, Maezawa fez barulho no mundo da arte em 2017 ao investir US$ 110,5 milhões em uma única pintura de Jean-Michel Basquiat em um leilão da Sotheby's, estabelecendo um recorde para um trabalho de um artista americano na época. Na ocasião, Maezawa já havia comprado várias obras de Basquiat.

Maezawa custeou uma série de aquisições de obras de arte vendendo ações da empresa que fundou. Ele vendeu o equivalente a US$ 250 milhões em ações em 2016 e usou a maior parte do dinheiro para ampliar sua coleção de obras de arte nos dois anos seguintes. Em maio, a Start Today anunciou que ele tinha vendido cerca de 23 bilhões de ienes (US$ 205 milhões) em ações da empresa. Ele não anunciou grandes compras de obras de arte até esta altura do ano, o que sugere que pelo menos parte dos recursos pode ter sido usada para participar da missão de Musk.

"Eu amo a arte, por isso quero ver a colaboração dos artistas, quero ver isso com meus próprios olhos", disse Maezawa.

Repórteres da matéria original: Lisa Du em Nova York, ldu31@bloomberg.net;Yuji Nakamura em Tóquio, ynakamura56@bloomberg.net

PUBLICIDADE