ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Timberlake e Kobe negociam programas para NewTV, dizem fontes

Lucas Shaw

10/10/2018 15h08

(Bloomberg) -- A estrela do pop Justin Timberlake e a lenda do basquete Kobe Bryant estão negociando a criação de programas para a NewTV, segundo pessoas com conhecimento do assunto, unindo-se a uma startup que pretende oferecer uma qualidade semelhante à da HBO em vídeos curtos para a internet.

Os dois astros mundialmente famosos produziriam e apareceriam na série da NewTV, segundo os acordos que estão sendo discutidos, disseram as pessoas, que pediram para não serem identificadas porque as negociações não foram concluídas.

As negociações com Timberlake e Bryant dão uma ideia da estratégia de programação da NewTV, que foi fundada por dois titãs dos negócios e atraiu investimentos de grandes estúdios de Hollywood. Jeffrey Katzenberg, chefe de longa data da DreamWorks Animation, e Meg Whitman, ex-CEO do eBay e da Hewlett-Packard, levantaram US$ 1 bilhão para a criação de um serviço pago de vídeos curtos de alta qualidade.

Embora ambos venham mantendo silêncio em relação aos planos, a Bloomberg News uniu as peças para armar um esboço geral por meio de diálogos com mais de seis pessoas.

A NewTV planeja produzir mais de 70 programas no primeiro ano, sendo cerca de metade séries originais, segundo as pessoas. A empresa planeja investir o equivalente a até US$ 5 milhões por hora nesses programas e pagar aos estúdios de produção uma comissão sobre os custos de produção.

Notícias, esportes

A outra metade do conjunto da NewTV será um misto de clipes de notícias curtos e vídeos sobre esportes e estilo de vida. A empresa recentemente contratou Janice Min, ex-editora-chefe da Hollywood Reporter, para supervisionar as notícias do ramo de entretenimento. Os programas roteirizados teriam oito a 10 minutos e as notícias e outros programas sem roteiro durariam cinco a sete minutos.

Whitman e Katzenberg pretendem lançar o serviço no fim de 2019. Custará US$ 5 por mês para quem estiver disposto a ver anúncios e US$ 8 por mês para quem não quiser publicidade.

A NewTV está tentando ganhar um pedaço do mercado de vídeos para dispositivos móveis, que cresce rapidamente, oferecendo uma programação com qualidade de Hollywood para o mercado de formatos curtos e convencendo espectadores a pagar seus programas.

Mercado concorrido

A dúvida é se o novo empreendimento será capaz de ganhar um pedaço de um mercado disputado. Os consumidores já gastam mais de duas horas por dia assistindo a clipes em seus smartphones e têm laços profundos com diversos concorrentes fortes como Netflix e YouTube e serviços de redes sociais como Snapchat, Instagram e Facebook.

O YouTube, o website de vídeos mais popular do mundo, oferece todos os tipos de vídeos curtos gratuitamente. A Netflix, o website de vídeos pagos mais popular do mundo, oferece centenas de programas de TV e filmes por uma tarifa mensal. Gigantes da mídia como Walt Disney, Apple, AT&T, Facebook e Amazon estão correndo para competir com esses serviços na internet.

Katzenberg e Whitman vêm aprimorando a mensagem sobre a razão pela qual terão sucesso. Em entrevista recente, Katzenberg, um vendedor incansável, comparou a NewTV à HBO, uma das primeiras emissoras de TV a cabo, que criou o slogan "não é TV, é HBO". Whitman então escreveu HBO em suas anotações e ambos usaram o mesmo exemplo no palco em uma conferência, algumas semanas depois.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia