PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Republicanos propõem `papéis fronteiriços' para financiar muro

Danielle Moran

16/01/2019 11h36

(Bloomberg) -- Dois legisladores republicanos dos EUA recorreram a uma tática financeira da época da Primeira Guerra Mundial para acabar com o impasse relativo ao dinheiro exigido pelo presidente Donald Trump para construir um muro ao longo da fronteira com o México.

Os representantes Steven Palazzo, do Mississippi, e Andy Harris, de Maryland, ambos membros do Comitê de Apropriações da Câmara, apresentaram a Lei de Papéis Fronteiriços para os EUA de 2019 - uma lei que permitiria aos americanos comprar esses títulos dos EUA. O dinheiro seria colocado em fundo fiduciário e usado apenas para construir um muro ao longo da fronteira de quase 3.200 quilômetros.

A tática relembra o programa Liberty Bond, que apelou para o sentimento de patriotismo dos americanos a fim de levantar fundos durante a Primeira Guerra Mundial.

Mas a proposta provavelmente não chegará a lugar nenhum no Congresso liderado por democratas, e a maioria dos eleitores se opõe à construção do muro, de acordo com uma pesquisa da Universidade Quinnipiac. Além disso, talvez nem mesmo aqueles que apoiam Trump queiram desembolsar dinheiro próprio para financiá-lo: uma iniciativa no site GoFundMe para arrecadar dinheiro para o projeto de quase US$ 6 bilhões angariou pouco mais de US$ 20 milhões.