PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Huawei desafia problemas mundiais com aceleração das vendas

Bloomberg News

18/03/2019 11h44

(Bloomberg) -- A Huawei Technologies resistiu às acusações criminais e ao escrutínio internacional e registrou um crescimento crescente nos dois primeiros meses do ano.

A receita subiu 36 por cento em janeiro e fevereiro na comparação com o ano anterior, disse o fundador Ren Zhengfei em discurso para um grupo de cientistas russos confirmado pela empresa. O ritmo mostra uma aceleração em relação ao aumento de 21 por cento das vendas de 2018 e à projeção de cerca de 15 por cento de crescimento para este ano.

Após anos de tensão e acusações de que a empresa possibilita que Pequim espione o Ocidente, a pressão sobre a companhia com sede em Shenzhen aumentou desde a prisão de uma alta executiva, dia 1 de dezembro. A diretora financeira do grupo Meng Wanzhou continua no Canadá, aguardando uma possível extradição para os EUA, em um momento em que a empresa também enfrenta acusações criminais por roubo de propriedade intelectual e a pressão americana para excluí-la das redes de comunicação sem fio de quinta geração.

As tensões têm feito que Ren, pai de Meng e avesso a aparecer na imprensa, participe de fóruns públicos, dê entrevistas na TV e se reúna com jornalistas para contestar as acusações dos EUA.

"A empresa está mais unida, trabalhando mais duro e nossa intensidade de energia está aumentando", disse Ren na nota.

To contact Bloomberg News staff for this story: Gao Yuan em Pequim, ygao199@bloomberg.net