PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Banho de som substitui Lamborghini em conferências blockchain

Vildana Hajric

13/05/2019 13h57

(Bloomberg) -- Mesmo com a recuperação do preço da Bitcoin, provavelmente não haverá nenhum Lamborghini sendo exibido nas conferências de criptomoedas e blockchain desta semana. Os participantes podem esperar banhos de som, meditação e alimentos vendidos nos chamados "food trucks" pagos com moedas digitais.

Esse foi o cenário do Ethereal Summit no Brooklyn, um dos primeiros encontros durante a Blockchain Week deste ano, que tende a atrair visitantes de todo o mundo. É uma atmosfera marcadamente diferente de apenas um ano atrás, quando os participantes da conferência de blockchain Consensus exibiram carros de luxo como um sinal de que os entusiastas das criptomoedas estavam acumulando riqueza, apesar de uma queda de mais de 50% em relação aos recordes de alta registrados seis meses antes.

"Senti que precisava tomar um banho depois daquilo", disse Yorke Rhodes, cofundador de blockchain na Microsoft. "Foi uma experiência interessante."

Naquela época, os entusiastas das criptomoedas de repente tinham muito o que provar - especialmente que havia dinheiro para gastar graças à rápida expansão do setor, em parte, para tirar força dos meios de negócios tradicionais de Wall Street. Isso ajudou a estimular eventos comemorativos como a festa no iate de Anthony Di Iorio, cofundador do Ethereum, para mil convidados, dois dos quais supostamente foram premiados com Aston Martins no fim da noite.

"O planeta Terra teve um pouco de 'token fever' - 'disco fever', mas por tokens", disse Andrew Keys, diretor de mercados de capitais da ConsenSys, em entrevista à margem do Ethereal Summit. Este ano, "provavelmente não poderiam pagar por isso."

O fim do ano passado marcou um colapso prolongado dos preços das criptomoedas, com os maiores tokens perdendo bilhões em valor de mercado, diante da maior fiscalização dos reguladores, adaptação mais lenta do que a esperada e problemas de software específicos do setor. Mas os preços se recuperaram significativamente este ano. A Bitcoin, maior token digital, ultrapassou os US$ 7 mil no fim de semana. O valor mais do que dobrou desde 1º de janeiro, embora permaneça bem abaixo do recorde de quase US$ 20 mil.

A recuperação dos preços ajudou a aumentar o otimismo em alguns dos eventos da Blockchain Week deste ano, mesmo quando o mercado de criptomoedas é atingido por novas alegações de fraude, roubo e manipulação. O Fluidity Summit, que acontece na quinta-feira no Brooklyn, por exemplo, está com as 870 entradas esgotadas, segundo Sam Tabar, um dos cofundadores da conferência.

As conferências são organizadas por diferentes empresas, cada uma com características distintas e palestrantes. Os mais de mil participantes reunidos nos primeiros dias do Ethereal Summit receberam carteiras pré-carregadas com tokens para alimentação e tiveram oportunidade de meditar em uma barraca ao ar livre. O evento foi realizado no centro cultural de exposições de arte Pioneer Works, no Brooklyn.

"É elétrico", disse Tyler Mulvihill, cofundador da Viant.io, uma plataforma de blockchain. "Eu chamaria isso aqui de isqueiro antes de a dinamite ser acionada."