PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

SEC investiga conduta da Boeing sobre problemas do 737 Max

Ben Bain e Matt Robinson

24/05/2019 14h59

(Bloomberg) -- A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos está investigando se a Boeing divulgou devidamente problemas relacionados ao jato 737 Max, segundo pessoas a par do assunto. A medida vem na esteira de um maior escrutínio dos reguladores sobre a conduta da fabricante de aviões americana após dois desastres aéreos.

Responsáveis da divisão de fiscalização da SEC avaliam se a Boeing informou os acionistas devidamente sobre problemas com o avião, disseram as pessoas, que pediram para não serem identificadas porque a investigação é confidencial. A agência também está revisando a contabilidade da empresa para assegurar que suas demonstrações financeiras refletiam adequadamente os possíveis impactos dos problemas, disseram as pessoas.

A investigação da SEC está no estágio inicial e, muitas vezes, essas investigações não levam a acusações de má conduta. Ainda assim, a investigação aprofunda a crise enfrentada pela Boeing desde o desastre com o 737 Max na Etiópia em 10 de março. Esse acidente, que se seguiu a outro desastre aéreo em outubro no mar da Indonésia, levou reguladores de todo a suspender os voos com o jato.

A Boeing não respondeu imediatamente a pedidos de comentários, e a porta-voz da SEC, Judith Burns, não quis dar entrevista.

--Com a colaboração de Alan Levin e Julie Johnsson.

Repórteres da matéria original: Ben Bain em Washintgon, bbain2@bloomberg.net;Matt Robinson em N York, mrobinson55@bloomberg.net

PUBLICIDADE