PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

BOJ consulta bancos sobre planos de contingência para surto

Takashi Nakamichi

26/02/2020 10h53

(Bloomberg) -- A rápida propagação do coronavírus levou o Banco do Japão a consultar os maiores bancos do país sobre se estão preparados para uma possível piora do surto, disseram pessoas com conhecimento do assunto.

As conclusões iniciais das conversas indicam que grandes instituições financeiras estão bem posicionadas para lidar com a situação, disseram as pessoas, que não quiseram ser identificadas. Os bancos têm planos de contingência que envolvem diferentes escritórios que evitariam a interrupção de tarefas importantes, como operações relacionadas ao mercado, disseram.

Os maiores bancos do Japão permitem que funcionários trabalhem de casa ou em turnos alternados para evitar trens cheios que possam aumentar o risco de infecção. Algumas empresas não financeiras se adiantaram. A gigante de publicidade Dentsu ordenou que a equipe trabalhe de casa depois que um teste com um funcionário deu positivo para o vírus.

As preocupações com o coronavírus no distrito financeiro de Tóquio se intensificaram na quarta-feira. A incorporadora Mitsubishi Estate disse que uma pessoa infectada visitou seu Shin-Marunouchi Building.

Bancos como o Sumitomo Mitsui Banking têm pedido aos funcionários que tirem férias ou trabalhem de casa. O Mitsubishi UFJ Financial, maior banco do Japão, tem reduzido o número de reuniões externas e pediu aos empregados que evitem refeições com os clientes.

Corretoras como a Daiwa Securities cancelaram seminários para clientes. A Nomura Holdings, a maior empresa de valores mobiliários do país, restringiu viagens não essenciais a países atingidos pelo coronavírus.

--Com a colaboração de Yuki Hagiwara, Taiga Uranaka, Yuko Takeo e Sumio Ito.