PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Empregados nos EUA mais preocupados com dinheiro que com saúde

Lananh Nguyen

28/04/2020 12h06

(Bloomberg) -- A pandemia de coronavírus tem deixado americanos mais preocupados com as finanças do que com a saúde, segundo estudo realizado pela MetLife, a maior seguradora de vida dos Estados Unidos.

O dinheiro era a principal preocupação de 52% de trabalhadores americanos com carteira assinada, em comparação com 44% que estavam mais preocupados com a saúde física e mental, segundo pesquisa com 2.367 entrevistados no início de abril. Cerca de 29% dos profissionais estão ganhando menos como resultado da pandemia, enquanto 74% disseram que sua condição de trabalho foi afetada ou esperam que seja.

"O coronavírus está claramente contribuindo para o estresse geral dos empregados, especialmente no que se refere ao bem-estar financeiro", disse Todd Katz, vice-presidente executivo de benefícios de grupo na MetLife. "Isso é particularmente verdade entre pessoas com renda abaixo de US$ 50 mil" por ano e no setor de saúde, afirmou.

Dois em cada três funcionários disseram estar mais estressados do que antes do início da pandemia, sendo 72% das mulheres e 61% dos homens, segundo a pesquisa.

Empregadores que decidiram apoiar suas forças de trabalho foram reconhecidos. O levantamento constatou que 66% dos funcionários se sentiam valorizados e apreciados no emprego no início do mês em relação aos 56% antes do vírus se propagar pelos EUA.

©2020 Bloomberg L.P.

PUBLICIDADE