PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Tipos de petróleo mais procurados pela China sinalizam retomada

Serene Cheong e Alfred Cang

13/05/2020 11h33

(Bloomberg) -- Para saber como anda a demanda por petróleo na China, basta olhar para a recuperação dos preços dos tipos favoritos do país.

Nos últimos dias, uma refinaria estatal chinesa comprou petróleo do campo de Lula para agosto com prêmio de cerca de 50 centavos por barril em relação ao Brent na entrega, segundo quatro operadores da Ásia. É uma forte recuperação em relação a meados de abril, quando o mesmo tipo foi negociado com desconto de cerca de US$ 6.

As fábricas na maior economia da Ásia retomam as operações e as pessoas voltam ao trabalho, sendo que algumas preferem usar o próprio carro em vez do transporte público. O processamento de petróleo bruto em refinarias independentes da China agora é mais alto do que os níveis pré-vírus, enquanto a demanda por combustível também começa a se recuperar na Índia.

Cortes da produção pela aliança Opep+ levaram a fortes aumentos dos preços oficiais de venda por produtores como Arábia Saudita e Kuwait. Os suprimentos para junho de petróleo Basra do Iraque também foram reduzidos para pelo menos três clientes asiáticos nesta semana, o que encolhe os saldos regionais. Isso, por sua vez, faz com que operadores de petróleo dos EUA à África elevem os níveis de oferta na Ásia, apesar dos amplos estoques de armazenamento em terra e no mar.

As ofertas do petróleo Lula para a China chegaram a atingir prêmio de US$ 2 em relação ao Brent nos últimos dias, disseram operadores. Uma refinaria independente pagou mais pelo petróleo Djeno do Congo do que há algumas semanas. O petróleo Omã, uma categoria popular na China, atingiu prêmio de US$ 2 em relação aos swaps de Dubai na Bolsa de Dubai na quarta-feira, comparado com desconto de mais de US$ 6 em meados de abril.

No entanto, a retomada pode ser difícil sem uma recuperação contínua das margens de refino e redução dos estoques de combustível, disseram alguns traders. O retorno para processar petróleo em combustível em Cingapura ficou positivo nesta semana, mas os lucros estão cerca de US$ 3 o barril abaixo da média de cinco anos para esta época do ano, segundo dados da Oil Analytics. Os estoques de combustível no centro de petróleo asiático não recuaram muito desde abril, quando estavam no nível mais alto desde 2016.

©2020 Bloomberg L.P.

Economia