Japão apoia candidatura de Lagarde para seguir à frente do FMI

Tóquio, 26 jan (EFE).- O Japão vai apoiar a reeleição da francesa Christine Lagarde como diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), anunciou nesta terça-feira o ministro das Finanças do país asiático, Taro Aso.

"A liderança da diretora-gerente vem sendo extraordinária em um momento no qual a economia global enfrenta uma série de problemas", explicou Aso em entrevista coletiva em Tóquio.

"O Japão valoriza enormemente sua liderança", insistiu o ministro, que assegurou que, "com sua reeleição", Tóquio "espera que o FMI possa cumprir em maior medida com seu papel de estabilizar os mercados financeiros globais no futuro".

Lagarde anunciou na sexta-feira sua intenção de buscar um segundo mandato à frente da instituição multilateral, já que o atual vence no dia 5 de julho.

A diretora-gerente disse em uma entrevista à televisão francesa que já contava com o apoio explícito de países como França, Reino Unido, Alemanha, China, Coreia do Sul e México.

A junta executiva do FMI abriu o processo de seleção para designar o próximo diretor-gerente e espera anunciar uma decisão para o dia 3 de março.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos