Bolsas

Câmbio

Google patenteia adesivo para que pedestres atropelados "colem" no carro

Washington, 20 mai (EFE).- O gigante da tecnologia Google patenteou uma nova "cola" para minimizar o dano aos pedestres que possam ser atingidos por um de seus veículos de condução autônoma, de modo que se forem atropelados fiquem colados à carroceria em vez de ser arremessados para longe.

O veículo de autocondução teria uma camada adesiva similar à cola colocada no capô e parachoque frontal, e nas laterais, segundo a solicitação de patente comentada pela imprensa americana.

"No caso de uma colisão entre um veículo e um pedestre, as lesões ao pedestre frequentemente são causada não só pelo impacto inicial do veículo, mas também pelo impacto seguinte, secundário, entre o pedestre e a superfície da estrada ou outro objeto", conforme descrito na patente.

"A ligação adesiva do pedestre ao veículo para que ele permaneça sobre o veículo até que este pare e não seja lançado, evitam deste modo um efeito secundário entre o pedestre e a superfície da estrada ou outro objeto", argumentou o Google.

Para evitar que outros objetos colem nessa camada adesiva, como insetos, terra e poeira, o Google afirma que a parte adesiva do capô é recoberta com um material como uma casca de ovo que se rompe com o impacto com um pedestre e deixa ao descoberto a camada adesiva.

Embora a apresentação da patente tenha sido publicado esta semana, o Google solicitou a patente em 2014, embora isto não signifique que a empresa vá utilizar de fato este mecanismo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos