Bolsas

Câmbio

Dow Jones fecha em baixa de 0,29%

Nova York, 26 ago (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta sexta-feira em baixa de 0,29% depois que a presidente do Federal Reserve (Fed), Janet Yellen, disse que os argumentos para uma alta das taxas de juros antes do esperado se reforçaram.

O principal indicador da Bolsa de Nova York perdeu 53,01 pontos, para 18.395,40. O seletivo S&P 500 recuou 0,16%, para 2.169,04 pontos, e o índice composto da Nasdaq caiu 0,13% e fechou aos 5.218,92.

Após abrir em alta, a bolsa mudou de rumo com o discurso dado por Yellen na conferência anual do Fed, realizada na cidade de Jackson Hole, no estado do Wyoming.

Lá, a principal dirigente do banco central americano deu a entender que a possibilidade de uma alta dos juros antes do final do ano está ganhando força. A mensagem não foi uma grande surpresa, mas em uma semana sem rumo claro nos pregões, empurrou os investidores para as vendas.

Essa tendência de baixa nos mercados foi confirmada após o vice-presidente do Fed Stanley Fischer dizer que considera possível que haja duas altas dos juros ainda neste ano.

Segundo analistas, o mercado espera uma alta, embora em sua maioria os investidores acreditem que não ocorrerá em setembro, e sim mais adiante.

No Dow Jones, as principais altas foram das ações de Merck (0,85%), Intel (0,48%) e Johnson & Johnson (0,4%). As quedas mais acentuadas foram dos papéis de Verizon (-1,29%), McDonald's (-0,86%) e Dupont (-0,84%).

No momento do fechamento do pregão, a onça do ouro caía para US$ 1.324,50, e a rentabilidade dos títulos da dívida pública americana com prazo de dez anos subia para 1,624%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos