Bolsas

Câmbio

Funcionários da Amazon na Itália farão greve na "Black Friday"

Roma, 22 nov (EFE).- Os funcionários do único centro de distribuição da Amazon na Itália farão uma greve nesta sexta-feira, dia das promoções de "Black Friday", para exigir melhores salários.

A greve, que termina no início do sábado, é apoiada por quatro sindicatos e afetará apenas o centro de distribuição da empresa americana no país, na província de Piacenza.

Os trabalhadores exigem melhores salários já que, segundo os sindicatos, a Amazon da Itália registrou um "enorme crescimento" e deve redistribuir o dinheiro obtido.

Eles ainda afirmam que a produtividade no local é "altíssima" e que o sacrifício dos funcionários não foi recompensado porque a empresa não paga além do "mínimo do contrato coletivo".

A Amazon chegou à Itália há uma década. Cerca de 2 mil pessoas trabalham no centro, que fica na cidade de Castel San Giovanni.

Em nota, a empresa disse que os salários dos funcionários italianos são os "mais altos no setor" e que eles recebem outros benefícios, como descontos para compras na Amazon e plano de saúde.

No mesmo comunicado, a Amazon ressaltou, apesar da greve, a intenção de manter as entregas dos produtos para seus clientes no "Black Friday" e nas demais datas festivas do fim de ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos