PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Mobile Congress apresenta novas apostas de Samsung, Huawei e Telefónica

25/02/2018 19h45

Barcelona (Espanha), 25 fev (EFE).- As principais companhias de telefonia móvel apresentaram neste domingo, em Barcelona, as suas apostas para este ano na véspera da abertura do Mobile World Congress, um encontro repleto de lançamentos e novidades tecnológicas.

A estrela do dia foi o Galaxy S9, da Samsung, com uma forte aposta na "super câmera lenta" capaz de gravar 960 quadros por segundo, função que apenas a Sony tinha até o momento, detector de movimento e com a possibilidade de se adaptar à luz, tal qual o olho humano. A câmera do S9 inclui tecnologia de realidade aumentada, que permite gerar um avatar em 3D parecido ao usuário do smartphone e que pode ser customizado e compartilhado nas redes sociais.

Além disso, graças a câmera incorpora, com o assistente virtual da Samsung, o usuário pode obter informações úteis sobre o seu entorno, traduzir idiomas, converter moedas em tempo real, comprar produtos do mundo real e fazer um acompanhamento do consumo de calorias ao longo do dia.

A LG também chegou com o seu novo smartphone, o LG V30s ThinQ, que introduz inteligência artificial tanto na câmera quanto no reconhecimento de voz.

À espera dos lançamentos da Huawei P20 e P20 Pro, no final de março em Paris, a companhia chinesa apresentou hoje um novo aparelho ultrafino, o Huawei MateBook X Pro, com "Full View" que cobre 91% da superfície, e dois novos tablets, que contarão com um lápis tátil especial.

Entre outras caraterísticas, o MateBook X Pro pesa 1,33 kg e tem 14,6 mm de espessura. Ele terá quatro alto-falantes e a bateria poderá aguentar 12 horas de reprodução de vídeo ou 15 horas de navegação na web, além de contar com uma inicialização rápida.

O aparelho, que conta com uma câmera escondida no teclado para a identificação biométrica, custará de 1.500 a 1.700 euros (cerca de R$ 6 mil a R$ 7 mil), conforme o modelo. Na apresentação, que aconteceu no Centro de Convenções Internacionais, a Huawei mostrou também os seus dois novos tablets: de 8,4 e 10,8 polegadas.

A Nokia apresentou cinco novos smartphones, mas, sem dúvida, o mais comentado foi a renovação do icônico Nokia 8110, com conectividad 4G e que marca o retorno da abertura deslizante. O novo Nokia 8110 chegará ao público em maio a o preço de venda meia mundial será de 79 euros (cerca de R$ 315), sem impostos.

Na véspera da inauguração do Mobile World Congress, a Telefónica lançou Aura, a assistente virtual para clientes de América Latina e da Europa, que incorpora a inteligência artificial na interação com o usuário, num projeto no qual Facebook, Google e Microsoft trabalharam lado a lado. O anúncio, feito pelo presidente da operadora, José María Álvarez-Pallete, destaca que com Aura os clientes da Telefónica no Brasil, na Argentina, no Chile, na Alemanha, na Espanha e no Reino Unido poderão interagir com o assistente não só através dos canais da operadora, mas também de plataformas de terceiros, como Facebook Messenger e, no futuro, Google Assistente e Microsoft Cortana.

Aura chega ao Brasil (Meu Vivo Mais) através de aplicativos próprios da operadora e os clientes poderão saber em tempo real dados da fatura e serviços contratados, entre outros conteúdos.