PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Santander inaugura novo conceito de agência voltado a empresas

19/04/2018 20h07

São Paulo, 19 abr (EFE).- O Banco Santander inaugurou hoje um novo conceito de agência, voltado a pequenas e médias empresas, que incluirá atendimento com foco no mercado externo.

O espaço fica no bairro Vila Olímpia, em São Paulo, um dos polos financeiros da cidade, e se diferencia de uma agência bancária tradicional por oferecer área de coworking, café com terraço, wi-fi e salas de reuniões para uso dos clientes..

"É o primeiro que abrimos para o segmento como loja-conceito no Brasil. Além de fortalecer nossa posição como um banco que apoia o empreendedorismo, o espaço nos ajudará a avançar no programa de internacionalização dos clientes Empresas", explicou Ede Viani, diretor de Empresas, Governos & Instituições e Agronegócios do Santander.

De acordo com Viani, em termos de atendimento exclusivo à empresas, o "Centro Negócios & Empresas" de São Paulo é o primeiro no mundo que o banco inaugura com as características de prestação de serviços associadas a locais de conveniência voltados ao empresariado, o que tem se tornado uma "tendência mundial" a ser expandida em outros países pela organização.

Para ele, o objetivo é criar uma "área de interação do cliente com o banco", onde ele se sinta à vontade para fechar negócio.

Junto com o plano de expansão de áreas bancárias mais interativas, Viani informou que o Santander vai inaugurar mais 20 lojas segmentadas ao setor agropecuário e concentradas no Centro-Oeste brasileiro, local de "forte PIB agrícola".

"Esse ano, vemos mais demandas para investimento se comparado aos últimos três, onde houve maior recessão", destacou Viani em conversa com jornalistas nesta quinta-feira, acrescentando que o Brasil tem grande importância para os investimentos do banco, especialmente os voltados para empresas de pequeno e médio porte.

Segundo Viani, a ideia do novo local é melhorar "a experiência do cliente por meio da interação cara a cara" e, por isso, o plano é abrir mais 15 lojas conceitos como a de São Paulo em outras cidades brasileiras como Curitba, Recife, Salvador e Brasília.

"O Banco, mais que criar agências, quer criar espaços interativos", reforçou o diretor.

O diretor também explicou que a iniciativa de ter uma agência física focada em pessoas jurídicas faz parte de uma estratégia multicanal da organização para atrair novos clientes e facilitar a digitalização de muitos deles.