PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Brasil terá 1º centro de desenvolvimento tecnológico da Uber na A. Latina

28/08/2018 20h17

São Paulo, 28 ago (EFE).- O Brasil será a sede do primeiro Centro de Desenvolvimento de Tecnologia da plataforma Uber para a América Latina, que contará com um investimento de mais de US$ 60 milhões em cinco anos e terá ênfase no aumento da segurança de usuários e motoristas que usam o serviço de aplicativo de transporte da companhia.

"Este primeiro centro ficará em São Paulo e iniciará as operações no quarto trimestre de 2018", afirmou o diretor de produtos de segurança da Uber, Sachin Kansal.

De acordo com o executivo, no local "trabalharão cerca de 150 especialistas com o objetivo de elevar os padrões para proteger motoristas e usuários, como proposto pelo CEO Dara Khosrowshahi".

O propósito do Centro de Desenvolvimento de Tecnologia será o de criar ferramentas que derivarão em novas funcionalidades para o aplicativo em nível global.

Para isso, especialistas trabalharão como foco em sistemas distribuídos de alta escala, processamento de dados em tempo real, telemática avançada, machine learning e desenvolvimento móvel, entre outras áreas.

"O Brasil é reconhecido pela capacidade de seus engenheiros. Esta iniciativa reforça o compromisso da empresa com o País e tem como objetivo de recrutar engenheiros, desenvolvedores e pesquisadores de software, cientistas de dados e gestores de produto, entre outros", disse Kansal.

Como parte da estratégia para melhorar a segurança, a Uber incorporou novas funcionalidades nos últimos anos.

Na Colômbia, todos os motoristas passam por um processo de ativação que inclui filtro de documentos pessoais e verificação de antecedentes por parte de um terceiro analista.

Além disso, para todos os usuários que se registrarem e preferirem pagar em dinheiro foi estabelecido desde o ano passado um novo requerimento de verificação de identidade através do Facebook.

A Uber foi fundada em março de 2009 em San Francisco, na Califórnia (EUA), e hoje opera em mais de 60 países, entre eles o Brasil, onde chegou em 2014.

Até o momento, a companhia tem Centros de Desenvolvimento de Tecnologia em Louisville, Nova York, Palo Alto, Pittsburgh, San Francisco e Seattle (EUA); Amsterdã (Holanda), Paris (França), Sófia (Bulgária) e Vilnius (Lituânia), Bangalore e Hyderabad (Índia).