PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

PIB de zona do euro cresceu apenas 0,2% no 3º trimestre, diz Eurostat

14/11/2018 09h22

Bruxelas, 14 nov (EFE).- O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 0,2% na zona do euro entre julho e setembro em comparação com o trimestre anterior, o que representa seu menor aumento trimestral desde 2014, é o que diz a segunda estimativa preliminar divulgada nesta quarta-feira pelo escritório de estatística da União Europeia (UE), o Eurostat.

Já no conjunto de todos os países da UE, o crescimento do PIB foi de 0,3%, o aumento mais baixo desde 2016.

Os números divulgados hoje confirmam o arrefecimento do crescimento no terceiro trimestre do ano tanto nos países da moeda única como no conjunto dos 28 integrantes da UE, já que o PIB tinha aumentado 0,4% e 0,5%, respectivamente, entre março e junho.

Em comparação com o terceiro trimestre de 2017, o PIB ajustado sazonalmente cresceu 1,7% na zona do euro e 1,9% na União Europeia entre julho e setembro, um aumento anualizado também inferior ao do trimestre anterior (2,2% e 2,1%, respectivamente).

Em relação às grandes economias da zona do euro, o PIB caiu 0,2% na Alemanha e ficou estagnado na Itália, enquanto na França subiu 0,4% e na Holanda 0,2%.

O Eurostat também incluiu, a título de comparação, os dados de crescimento dos Estados Unidos, que entre julho e setembro registrou um aumento do PIB de 0,9% em comparação com o trimestre anterior, ligeiramente inferior ao 1% registrado no segundo trimestre.

Na comparação anualizada, o PIB americano cresceu 3% entre julho e setembro, um décimo a menos que no trimestre anterior.

Os números para os países da zona do euro e da UE revisados e divulgados hoje confirmam a primeira estimativa emitida pelo Eurostat, que agora efetuará uma última revisão e publicará os números definitivos do PIB e seus principais agregados em 7 de dezembro.