PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Wanda abrirá parque temático do comunismo no centro da China

17/12/2018 09h38

Pequim, 17 dez (EFE).- O conglomerado chinês Wanda anunciou que investirá 12 bilhões de iuanes (US$ 1,74 bilhãos) para construir um parque temático do comunismo na cidade de Yan'an, no centro da China, informou nesta segunda-feira o portal de notícias econômicas "Caixin".

O projeto ocupará 1,3 quilômetro quadrado e um terço do investimento total será dedicado a programas de entretenimento, a elementos educativos e à construção de uma "cidade turística" inspirada pela Grande Marcha (1934-1936), a retirada do Exército Vermelho que se transformou no mito de fundação do comunismo chinês.

O Wanda escolheu Yan'an, situada na província de Shaanxi, porque foi o ponto final dessa travessia que, apesar da morte de 90% dos guerrilheiros, serviu para estender a popularidade do comunismo pelo país e para transformar Mao Tsé Tung em principal líder do movimento.

A construção do projeto deve ser iniciada no começo de 2019 e espera-se que termine em 2021, a tempo para o centenário da fundação do Partido Comunista da China (PCCh).

O conhecido "turismo vermelho", que relembra a história comunista da China, é um negócio florescente no país asiático.

Segundo o "Caixin", esta iniciativa poderia ser um sinal de boa vontade da Wanda para com o Governo chinês, que nos últimos tempos tomou medidas para conter os investimentos no exterior de grandes conglomerados que, como esta companhia, são afetadas por altos níveis de dívida.