PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Dow Jones fecha em forte baixa de 2,91%

24/12/2018 17h31

Nova York, 24 dez (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta segunda-feira em forte baixa de 2,91%, a pior véspera de Natal da história, com todos os principais indicadores em queda, apesar da tentativa do secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, de tranquilizar aos bancos.

O principal indicador da Bolsa de Nova York perdeu 653,17 pontos na sessão, que só operou até a metade do horário normal por ser véspera de Natal, e agora acumula 21.792,20. O seletivo S&P 500 caiu 2,71%, para 2.351,10, e o Nasdaq Composite recuou 2,21% e fechou aos 6.192 pontos.

Foi a pior véspera de Natal da história de Wall Street, um dia em que o S&P500 entrou no chamado estado de "bear market", quando um índice registra uma queda de 20% em relação ao seu máximo recente.

Há muito nervosismo no mercado, mas também na Casa Branca. Hoje, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, colocou a culpa da crise no presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell.

Trump afirmou hoje que o "único problema" da economia americana é o Fed. Para o presidente, o banco central "não tem tato com o mercado" e também não entende as "guerras comerciais" que seriam necessárias para o país seguir se desenvolvendo.

O descontrole é tão grande que o secretário do Tesouro ligou para os executivos-chefes dos seis maiores bancos americanos, em uma tentativa de mostrar tranquilidade ao mercado. Pelos resultados de hoje, a medida mais provocou incertezas do que convenceu.

O certo é que, segundo os analistas, há um grande temor entre os investidores de desaceleração da economia mundial. Eles também estão preocupados com a instabilidade política, já que o governo dos EUA vive hoje seu terceiro dia de paralisação parcial.

Trump chegou a se fazer de vítima no Twitter, enviando uma série de mensagens nesta véspera de Natal.

"Estou sozinho (pobre de mim) na Casa Branca, esperando que os democratas voltem e façam um acordo para a segurança na fronteira, desesperadamente necessária. Se, em algum momento, os democratas não quiserem um acordo, isso custará ao nosso país muito mais dinheiro que o muro na fronteira. Que loucura!", escreveu o presidente.

Dessa forma, os títulos das 30 empresas cotadas no Dow Jones fecharam em baixa. As perdas mais significativas foram de Nike (-5,90%), Microsoft (-4,17%), Johnson & Johnson (-4,10%), Procter & Gamble (-3,97%) e United Technologies (-3,88%).

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro subia para US$ 1.272,50, e o rendimento dos títulos do tesouro americano com vencimento em 10 anos caía para 2,74%. EFE