PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Dow Jones fecha em baixa de 0,40%

21/02/2019 19h18

Nova York, 21 fev (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta quinta-feira em baixa de 0,40% em um pregão marcado pela divulgação de dados econômicos piores que o esperado e por leves avanços na negociação comercial entre Estados Unidos e China.

O principal indicador da Bolsa de Nova York perdeu 103,81 pontos e agora acumula 25.850,63. O seletivo S&P 500 caiu 0,35%, para 2.774,88, e o índice composto da Nasdaq recuou 0,39% e fechou aos 7.459,71 pontos.

Os mercados começaram o dia de negociações com tendência negativa após a divulgação de diversos dados que indicam um possível arrefecimento do crescimento econômico americano, preocupação recorrente entre os investidores.

O índice de negócios do Federal Reserve da Filadélfia caiu de 17 pontos em janeiro para -4,1 em fevereiro, o nível mais baixo desde maio de 2016 e também muito longe das expectativas dos analistas, que esperavam 14.

Além disso, o índice IHS Markit de compra de manufaturas caiu para 53,7 em fevereiro, o pior em 17 meses, relacionado a uma queda na demanda dos clientes "parcialmente vinculada à incerteza em torno das redes de fornecimento de manufaturas e às dúvidas sobre as previsões do comércio global".

Quanto à negociação comercial entre os governos americano e chinês, nesta quinta-feira começou uma nova rodada em Washington, dez dias antes do fim do prazo dado pelo presidente Donald Trump para elevar as sobretaxas a produtos do país asiático se não houver acordo entre as partes.

No Dow Jones, as quedas mais acentuadas foram das ações de Walgreens (-1,85%), DowDuPont (-1,74%), United Technologies (-1,64%), UnitedHealth (-1,15%) e Goldman Sachs (-1,13%).

Os papéis da Nike recuaram 1,05% um dia após o ala Zion Williamson, maior promessa do basquete universitário americano e que atua no time da Universidade Duke, deixar a quadra com dores no joelho. Ele sofreu a lesão depois de seu tênis da marca se rasgar enquanto ele tentava passar por um marcador em jogo contra a Universidade da Carolina do Norte, um dos mais aguardados da temporada e que teve o ex-presidente Barack Obama como espectadorr na primeira fila.

Já as principais altas do dia no indicador foram das ações de Microsoft (2,11%), Coca-Cola (1,69%) e McDonald's (1,29%).

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro caía para US$ 1.325,40, e a rentabilidade dos títulos do tesouro americano com vencimento em dez anos subia para 2,693%. EFE