PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

IICA fortalece agenda com o Brasil sobre barragens, nutrição e agricultura

26/02/2019 14h44Atualizada em 27/02/2019 16h26

San José, 26 fev (EFE).- O Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) informou nesta terça-feira que está discutindo novos projetos e ampliando a aliança com o Brasil em assuntos como segurança de barragens, nutrição e agricultura.

O diretor-geral do IICA, Manuel Otero, está em Brasília e se reuniu com o ministros de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, de Cidadania, Osmar Terra, e com o secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Marcos Montes.

Com Canuto, Otero conversou sobre a ampliação da cooperação da IICA na segurança de barragens de propriedade do governo.

O Ministério de Desenvolvimento Regional e o IICA lançaram recentemente o Plano de Ações Estratégias para a Recuperação de Barragens da União (Planerb), que reuniu estudos que avaliaram 139 barragens de 14 estados brasileiros nos últimos dois anos.

"O Planerb foi lançado em um momento muito importante, contendo um diagnóstico preciso, especialmente no que se refere às mudanças necessárias da classificação de risco das barragens. Precisamos dar mais passos nesse assunto, fundamentalmente em capacitação. A aliança com a IICA nos ajudará muito", disse Canuto.

Já com o ministro da Cidadania, o diretor do IICA discutiu a participação do órgão em programas de reforço nutricional para crianças em zonas rurais e projetos de segurança alimentar.

No Ministério da Agricultura, o objetivo da reunião de Otero foi conhecer a nova direção do órgão e mostrar oportunidades de aperfeiçoar projetos conjuntos que estão em andamento.

O IICA possui seis projetos de cooperação técnica com o Ministério da Agricultura sobre defesa agropecuária, fortalecimento e competitividade do agronegócio e estímulo à agricultura familiar.

"Temos com eles projetos na área de cooperativismo, defesa agropecuária e modernização que estão avançando muito bem. E queríamos falar de novas oportunidades e de desafios conjuntos. Nosso objetivo é dar as melhores contribuições, sempre promovendo o desenvolvimento rural e agropecuário do Brasil", ressaltou.

O secretário-executivo de Mapa, Marcos Montes, destacou que o IICA é um instituto reconhecido pelo trabalho social "duplamente relevante" que faz, quem grandes alianças com o governo federal e que o objetivo é "perpetuar" essa relação.

Otero também se reuniu com o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, com quem assinou um protocolo de entendimento para apoiar ações que visam promover a produção agropecuária, a segurança alimentar e o desempenho econômico dos produtores rurais.

A crise vivida pela Venezuela também foi parte da agenda em Brasília do diretor do IICA, que reiterou que a posição do instituto é contribuir para a reconstrução da cadeia alimentar no país.

"O IICA é um órgão técnico, não político, mas não pode permanecer indiferente à preocupante situação da Venezuela, na qual a população sofre com a falta de alimentos e onde praticamente tudo que é consumido é importado porque os produtores sofreram desapropriação ou lidam com condições penosas para produzir", afirmou. EFE

Errata: o texto foi atualizado
O nome do presidente do Sistema OCB havia sido grafado incorretamente como Márcio Lopes da Silva. O correto é Márcio Lopes de Freitas. A informação foi corrigida.