PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Reino Unido diz que voos para a UE continuarão em caso de "Brexit" sem pacto

07/03/2019 10h27

Londres, 7 mar (EFE).- O Ministério de Transporte do Reino Unido informou nesta quinta-feira que os voos entre o território britânico e países da União Europeia (UE) continuarão em caso de um "Brexit" sem acordo no próximo dia 29.

O Reino Unido oferecerá direito de acesso ao país às companhias aéreas comunitárias até março de 2020, depois que a Comissão Europeia (CE) fez a mesma oferta em fevereiro para as companhias aéreas britânicas, indicaram fontes oficiais.

O dia 29 de março é a data fixada para a saída do Reino Unido do bloco europeu, mas há uma grande incerteza sobre os termos em que isso se dará, pois o acordo negociado entre Londres e Bruxelas já foi rejeitado pelo Parlamento britânico.

Espera-se que no dia 12 o governo de Theresa May apresente à Câmara dos Comuns outra vez o pacto, possivelmente com algum apêndice para resolver a polêmica cláusula irlandesa - pensada para evitar uma fronteira dura entre as duas Irlandas -, a fim de conseguir finalmente que o documento passe pelo trâmite parlamentar.

O ministro de Transporte, Chris Grayling, disse que o objetivo do governo é dar "certeza e garantia" ao setor aéreo e aos consumidores, e "minimizar a possibilidade de um transtorno" nos voos.

Cerca de 164 milhões de pessoas viajam entre o Reino Unido e a UE a cada ano, por isso estas medidas ajudarão os passageiros a continuar reservando voos se houver ou não acordo para o "Brexit", segundo o Ministério de Transporte.

O tratado negociado entre Londres e Bruxelas, caso finalmente seja aprovado pelo Parlamento britânico, fixa um período de transição até o final de 2020, quando ambas as partes esperam ter chegado a um acordo sobre sua futura relação comercial. EFE