PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Trump diz que não há "necessidade de se apressar" em negociações com a China

10/05/2019 11h27

Washington, 10 de mai (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira que as negociações comerciais com a China "seguem de maneira cordial" e que não é preciso "se apressar", ao mesmo tempo que entram em vigor as novas tarifas americanas sobre produtos chineses.

"As conversas com a China continuam de maneira muito cordial e não há absolutamente necessidade de se apressar", afirmou o presidente em mensagem no Twitter.

Trump acrescentou que "AGORA as tarifas que a China paga aos Estados Unidos são de 25% sobre bens e produtos avaliados em US$ 250 bilhões".

À 0h01 de sexta-feira no litoral leste dos EUA (1h01, em Brasília) entrou em vigor o aumento das tarifas para mais de 5 mil produtos chineses que Trump tinha anunciado cinco dias antes e que a China não conseguiu impedir durante uma negociação na quinta-feira em Washington.

Até agora, esses produtos chineses estavam submetidos a um encargo menor, de 10%, e a mudança faz com que agora quase metade das importações chinesas sejam submetidas às tarifas de 25%, que já afetavam desde o ano passado outros US$ 50 bilhões em bens do gigante asiático.

"As tarifas fortalecerão muito o nosso país, ao invés de debilitá-lo," acrescentou Trump.

O encarregado de comércio exterior dos EUA, Robert Lighthizer, deve se reunir hoje de novo com o chefe negociador da China, o vice-primeiro-ministro Liu He, que na quinta-feira não conseguiu mudar os planos americanos durante um jantar de trabalho. EFE