PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Após rifa, López Obrador confirma que avião presidencial já tem comprador

17/09/2020 15h11

Cidade do México, 17 set (EFE).- O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, anunciou nesta quinta-feira que já existe um comprador para o avião presidencial mexicano, após a realização da midiática rifa da aeronave.

Na entrevista coletiva do presidente, a Loteria Nacional informou que o sorteio, realizado na terça-feira, arrecadou 2,343 bilhões de pesos (R$ 584 milhões) com a venda de 4.685.800 bilhetes, pouco mais de 78% dos 6 milhões ofertados.

Serão somados a esta quantia mais 2 bilhões de pesos (R$ 500 milhões) da venda do Boeing 787, o que resultará em mais de 4 bilhões de pesos (quase R$ 1,1 bilhão), segundo o presidente.

"Já existe um compromisso de compra do avião que vai nos dar outra quantia. Não falei antes porque haveria muita confusão: 'como estão rifando se já venderam ou estão vendendo?'", comentou López Obrador, sem revelar a identidade do comprador.

A loteria do avião presidencial não sorteará a aeronave. O governo venderá o avião e distribuirá premiações em dinheiro entre os sorteados. O sorteio terminou na terça-feira passada, com cem prêmios de 20 milhões de pesos cada (R$ 5 milhões), soma que equivale ao valor atual da aeronave.

Entre os ganhadores, há 13 hospitais para pacientes com Covid-19 e oito escolas rurais, além de 24 centros do Instituto Nacional de Saúde para o Bem-Estar (Insabi), que receberão os prêmios dos números vencedores não vendidos.

Apesar da grande propaganda ao redor do sorteio, 22% dos bilhetes não foram vendidos, apesar de estarem à venda há seis meses. Ainda assim, o presidente considerou o sorteio "um sucesso", e sugeriu outro similar no ano que vem.

López Obrador confirmou que a venda da aeronave, que está guardada no aeroporto internacional da Cidade do México, está prestes a ser concretizada.

"Felizmente, já existe uma proposta de aquisição. Espera-se uma nova avaliação, e é muito provável que o avião seja vendido. Esta é uma notícia muito boa, claro, não muito boa para os nossos adversários, mas muito boa para o país", disse.

A venda do avião é uma das principais promessas do presidente, que o considera um símbolo do luxo e desperdício dos ex-presidentes do "período neoliberal".

Em janeiro, López Obrador anunciou a rifa como uma das cinco opções, entre elas vender o avião a um americano anônimo, trocá-lo com os Estados Unidos por equipamento médico, oferecê-lo "em partes" a 12 empresas mexicanas, e alugá-lo.

No entanto, o presidente decidiu que sortearia o equivalente em dinheiro. A arrecadação será utilizada para equipar "hospitais públicos onde as pessoas pobres são tratadas".

"Espero que o avião vá embora porque vamos retirar essa carga, essa despesa, e assim por diante. Vamos continuar acabando com todas essas extravagâncias, não pode haver um governo rico com pessoas pobres", insistiu. EFE

ppc/vnm

(foto)(vídeo)