IPC-Fipe desacelera para 0,30% na 2ª quadrissemana de maio

Sergio Caldas

São Paulo

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,30% na segunda quadrissemana de maio, mostrando desaceleração frente ao aumento de 0,58% visto na primeira quadrissemana do mês, de acordo com dados publicados hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Na segunda leitura de maio, os custos de Habitação tiveram queda de 0,29%, revertendo alta de 0,25% registrada na primeira quadrissemana.

Além disso, quatro dos sete componentes do IPC-Fipe subiram com menos força na segunda quadrissemana de maio do que na prévia anterior. Foi o caso de Alimentação (de +1,08% na primeira quadrissemana para +0,58% na segunda quadrissemana), de Despesas Pessoais (de +0,43% para +0,30%), de Saúde (de +1,50% para +1,36%) e de Educação (de +0,12% para +0,08%).

Por outro lado, os custos de Transportes tiveram alta de 0,82% na segunda prévia deste mês, após avançarem em ritmo mais contido na primeira quadrissemana, de 0,55%.

Já os preços de Vestuário subiram 0,07% na última pesquisa da Fipe, após exibirem alta marginal de 0,04% na leitura anterior.

Veja abaixo como ficaram os itens que compõem o IPC-Fipe na segunda quadrissemana de maio:

Habitação: -0,29%

Alimentação: 0,58%

Transportes: 0,82%

Despesas Pessoais: 0,30%

Saúde: 1,36%

Vestuário: 0,07%

Educação: 0,08%

Índice Geral: 0,30%

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos