PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Lagarde fala em esforço para diálogo na reunião do FMI

Ricardo Leopoldo, correspondente

Washington

21/04/2018 17h17

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, afirmou neste sábado, 21, que há um claro esforço dos países para o diálogo nas reuniões realizadas pela instituição multilateral em Washington neste semana. "Nosso trabalho é estabelecer conexões entre crescimento, comércio internacional e estabilidade", disse. "As discussões na área comercial continuarão", destacou, referindo-se as tensões recentes entre os governos dos EUA e China sobre este tema.

Lagarde apontou que o FMI continuará com suas atividades para prover dados e análises macro e microeconômicas a autoridades dos países membros sobre vários assuntos, inclusive comércio internacional, área que ela destacou ser muito importante para a expansão global. "Não haverá obstáculo para o comércio livre, contribuindo para melhor crescimento, como vemos hoje."

A diretora-gerente do Fundo afirmou que hoje todos os países estão promovendo livre comércio. "Mas há preocupações de muitos lugares de formas distintas. Uma delas é a elevação do protecionismo que observamos há três anos. Há um constante, embora baixo, nível de aumento de medidas protecionistas pelo mundo." Segundo Christine Lagarde, há também apreensões em nível internacional com a proteção de propriedade intelectual.

"A minha principal preocupação como líder do FMI é resolver estas questões para que não ocorra uma escalada a ponto de prejudicar o crescimento e a estabilidade", afirmou. Questionada em entrevista coletiva sobre quais recomendações poderia dar para os EUA e China para resolver as disputas comerciais, ela destacou: "continuar o diálogo e fazê-lo de forma pacífica e discreta, não necessariamente com divulgações de informações e vazamentos", disse. "É importante trabalhar nas bases de livre comercio e instituições multilaterais."