PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Ford para produção no ABC; Toyota, Renault e Peugeot também relatam interrupções

André Ítalo Rocha

São Paulo

24/05/2018 17h43

A Ford, que no início da greve dos caminhoneiros interrompeu a sua produção em Camaçari (BA) e Taubaté (SP), informou que, desde a quarta-feira, 23, a suspensão também se estende à fábrica de São Bernardo do Campo, a mais antiga da montadora no Brasil.

A Renault, que conta com fábrica em São José dos Pinhais (PR), também está com a produção suspensa desde a quarta. A montadora vinha produzindo cerca de 1.300 veículos por dia. A produção de motores, que também foi interrompida, estava em ritmo de 1.400 unidades por dia.

Além delas, a Toyota e a Peugeot também relataram que estão com linhas de produção paradas desde a quarta. No caso da Toyota, a interrupção ocorre nas fábricas de Sorocaba e Indaiatuba, ambas no interior de São Paulo.

As unidades de São Bernardo do Campo e Porto Feliz, também em São Paulo, continuam operando normalmente.