ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Petrobras envia equipes de contingência para render grevistas

Denise Luna

Rio

30/05/2018 09h53

A Petrobras enviou equipes de contingência para render os petroleiros que aderiram à greve de advertência iniciada à 0h desta quarta-feira, 30. De acordo com o diretor de comunicação do Sindipetro Norte-Fluminense, Francisco José de Oliveira, a orientação é entregar a produção e as operações para as equipes enviadas pela Petrobras.

"Nossa greve é só de advertência, no dia 12 vamos decidir a greve por tempo indeterminado que deve começar no final do mês", informou o diretor. Além das plataformas da bacia de Campos, o Sindipetro-NF engloba os trabalhadores do terminal de Cabiúnas, que recebe o petróleo e gás natural, processa e envia para as refinarias.

Segundo Oliveira, o Sindipetro-NF não foi notificado oficialmente sobre a decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que na noite de Terça-feira (29) decidiu que a greve dos petroleiros é ilegal. Das 45 plataformas instaladas na bacia de Campos, 34 teriam aderido à greve, segundo a assessoria do sindicato, mas nem todas transferiram a operação para as equipes da Petrobras. Um balanço sobre o movimento deverá ser divulgado por volta das 10h desta quarta.

Procurada, a Petrobras não soube informar como estava o movimento grevista. Mais cedo, a Federação Única dos Petroleiros (FUP), que reúne 14 sindicatos, havia informado que a greve atingiu no País as refinarias de Manaus (Reman), Abreu e Lima (Pernambuco), Regap (Minas Gerais), Duque de Caxias/RJ (Reduc), Paulínia/SP (Replan), Capuava/SP (Recap), Araucária/PR (Repar), Refap (RS), além da Fábrica de Lubrificantes do Ceará (Lubnor), da Araucária Nitrogenados (Fafen-PR) e da unidade de xisto do Paraná (SIX). Também não houve troca dos turnos da zero hora nos terminais de Suape (PE) e de Paranaguá (PR), informou a FUP em seu site.

Mais Economia